sábado, maio 28, 2016

Fingertips - Lux FM / Berlim


Dullmea no Bandcamp

https://dullmea.bandcamp.com/

Elias - "Cientista profissional"


Elias com cd de estreia

"Talvez queiras ficar" é o CD de estreia de Elias. Com edição Urugu e distribuição da Sony Music.

www.urugu.net

Mini Nos Primavera sounds no Porto


LUÍSA SOBRAL, THEY'RE HEADING WEST E BENJAMIM NO MINI NOS PRIMAVERA SOUND 2016

Este ano, o Mini NOS Primavera Sound está de regresso ao Parque da Cidade, no dia 29 de Maio, domingo, e vai contar com concertos de Luísa Sobral, They’re Heading West com convidados e Benjamim. Para além das actuações, os projectos Noiserv nas tuas Mãos, Crassh Babies, Os jornais do Gepeto, Kids Jam Sessions e OVIS marcarão presença com workshops e experiências que vão tornar o dia memorável. A entrada é livre.

Depois do sucesso da primeira edição, o NOS Primavera Sound volta a abrir o conceito do festival aos mais pequenos, proporcionando um dia de concertos para toda a família. De referir que a primeira edição do Mini NOS Primavera Sound levou mais de 10.000 pessoas ao Parque da Cidade para celebrar o espírito da Primavera em família.

A pensar na bem-estar das famílias, o Mini NOS Primavera Sound volta a contar com o Espaço Conforto, uma tenda onde pais e filhos podem descansar e conviver abrigados do sol.

O MINI NOS Primavera Sound tem início às 14h e a entrada é livre.

CONCERTOS

Luísa Sobral

Foi em 2011 que Luísa Sobral se apresentou ao público. Apesar do álbum de estreia, “The Cherry on My Cake”, ser fruto de quatro anos de emigração da autora, foi em Portugal que lhe lançaram o desafio de gravar as suas próprias canções. O resultado foi um Disco de Platina e o reconhecimento pleno da crítica e do público. De resto, foram os espectáculos, participações televisivas especiais e actuações de suporte a figuras de estilo, como Melody Gardot, que voltaram a levá-la para longe. Em 2013, o trabalho “There’s a Flower in My Bedroom” chegou com todas as canções assinadas pela própria e companhias dignas de realce, como as de António Zambujo e Jamie Cullum.  Ao Mini NOS Primavera Sound, a compositora traz “Lu-Pu-I-Pi-Sa-Pa”, o terceiro álbum, lançado em 2015, que relata episódios da infância e que a cantora gostava que as famílias ouvissem juntas. O quarto álbum será lançado no final do ano e Luísa, que se diz mais segura, mais exigente e mais autêntica, convida-nos a visitá-la em palco, onde se sente em casa.

They're Heading West com convidados

O primeiro álbum dos They’re Heading West foi lançado em Outubro de 2015, depois de quatro anos, trinta concertos em Lisboa, em colaboração com outros tantos convidados, e de duas digressões na América do Norte. Foi o tempo de ir escolhendo músicas dos três escritores de canções da banda e de as ir acolhendo no repertório comum. Três cantautores e um baterista extremamente versátil que chegam ao Mini NOS Primavera Sound prontos para tocar as músicas uns dos outros e as de quem a eles se juntar com alegria.  Entre os convidados de sessões passadas, e do disco, estão Ana Bacalhau, Capicua, Frankie Chavez, JP Simões, Peixe, Bruno Pernadas, Nuno Prata, Luísa Sobral, Samuel Úria e You Can’t Win, Charlie Brown.

Benjamim

O escritor de canções, que passou quatro anos radicado em Londres, voltou para Portugal, em 2013, para se instalar no coração do Alentejo e revolucionar a sua maneira de olhar para o mundo. Construiu o seu estúdio em Alvito e começou a dar vida às canções de “Auto Rádio, um disco feito para que todas as pessoas o consigam compreender. Um trabalho que procura histórias que não existem em mais parte nenhuma do mundo e feito para se ouvir a viajar de carro, em casa e, a 29 de Maio, no Mini NOS Primavera Sound.

PROGRAMAÇÃO EXTRA

Noiserv nas tuas Mãos

David Santos, mais conhecido como Noiserv, traz “Noiserv nas tuas Mãos” ao Mini NOS Primavera Sound. O objectivo é dar liberdade aos mais novos para “mexerem” na música dando a conhecer, de forma interactiva, alguns dos instrumentos que a compõem.  Através do toque, as crianças poderão escolher que instrumentos de “Mr. Carousel” querem ouvir ao mesmo tempo e passar bons momentos ao som da música de Noiserv.

Crassh Babies

CRASSH é uma combinação única de percussão, movimento e comédia visual, em que tudo é pretexto para produzir som e estimular os sentidos dos mais pequenos, proporcionando momentos únicos entre pais e filhos. Com esta relação entre sons, crianças e pais, a diversão está garantida no Mini NOS Primavera Sound.

Os jornais do Gepeto - atelier de construção de fantoches

Reciclando jornais, miúdos e graúdos têm agora a oportunidade de aprender, em pouco tempo, a construir e decorar um novo brinquedo e levá-lo para casa.

Kids Jam Sessions

As Kids Jam Sessions são sessões práticas de exploração e desenvolvimento da criatividade que aliam a pedagogia à diversão. As crianças podem vestir o papel de músicos e dar asas à imaginação sem faltar o palco, instrumentos musicais, luzes e sistema de som.

OVIS: Objetos Voadores Identificados

Dando asas à imaginação vão construir-se objetos voadores tão curiosos quanto surpreendentes: aviões pipeta, carrinhos-tubo e super foguetões. Entre pressões de ar e leis do movimento, só falta mesmo convidar o Sr. Newton para este festival aéreo especial.

NOTA: A realização deste evento está condicionada consoante as condições meteorológicas.



Nuno & The End - "No one knows I'm here"


www.facebook.com/nunoandtheend


Sinfonia Palmela de Jorge Salgueiro




Orquestra com 150 músicos no Cine-teatro S. João
“Sinfonia Palmela” de Jorge Salgueiro nas comemorações do Dia do Concelho

No âmbito das comemorações do Dia do Concelho, o Cine-teatro S. João é palco, no dia 4 de junho, às 22 horas, da “Sinfonia Palmela”, obra musical da autoria do maestro Jorge Salgueiro, que, além de procurar refletir a identidade do território, encontrou, também, inspiração na realidade musical do concelho, marcada pelo grande dinamismo das filarmónicas, e nas características únicas da sala de espetáculos.
Depois de, em 2015, terem sido apresentados os quatro primeiros andamentos – “Do mar até cá”, “Os sinos de Santiago”, “O lugar dos anjos” e “A viagem da máquina de ferro” – este ano, junta-se-lhes o 5.º andamento, dedicado à freguesia de Poceirão. Participam as bandas da Sociedade Filarmónica Humanitária, da Sociedade Filarmónica Palmelense “Loureiros”, da Sociedade Filarmónica União Agrícola e da Sociedade de Instrução Musical, a Orquestra Nova de Guitarras e a Orquestra de Cordas do Conservatório Regional de Palmela. No total, serão 150 músicos em palco, acompanhados pelas sopranos Isabel Biu e Lucina Morais. O projeto fica concluído em 2017, com a inclusão de coros e a estreia do andamento final.
Jorge Salgueiro, natural de Palmela, compõe desde os 14 anos e conta com uma obra vastíssima, onde se contam óperas, sinfonias, música para orquestra, banda, coro, teatro e cinema. Compositor residente da Banda da Armada Portuguesa entre 2000 e 2010, é, atualmente, compositor residente da Foco Musical e membro da direção artística do Teatro O Bando.
A organização é da responsabilidade do Município de Palmela, com o apoio das empresas Casa Ermelinda Freitas, Vinhos, lda. e SLEM – Sociedade Luso Espanhola de Metais, lda., ao abrigo do programa “Mecenas de Palmela”. Entrada gratuita mediante levantamento de bilhetes (disponíveis a partir de 30 de maio).



Câmara Municipal de Palmela
Divisão de Comunicação, Turismo e Economia Local
Rua Contra Almirante Jaime Afreixo, n.º 70
2950-266 PALMELA
Telf. (00351) 212336664 | Ext. 1806
e-mail: lnascimento@cm-palmela.pt
www.cm-palmela.pt

The Codfish Band - Coursed by you


Miguel Maat - The magic forest


www.miguelmaat.net

Francisco Sales


www.francisco-sales.com

Novo disco de Yami Aloelela e opiniao de Mariza



NAS LOJAS A 03 DE JUNHO
 já disponível em formato digital
iTunes | Meo Music | Google Play | Spotify

Não é fácil falar de um músico tão completo como o Yami.
A sua própria história reflete-se na sua forma de tocar e cantar. Essa mistura entre Portugal e África sente-se em cada nota.
A inteligência de dar o ritmo certo com o sabor correto não é fácil , mas a sabedoria do encantamento da voz, não é para qualquer um. Por isso nele tudo ser único!
Yami tem a luz que aquece as almas com o seu ritmo e voz de encantar. Poder partilhar palcos, música, história, sorrisos e emoções com um músico tão especial faz com que eu também seja contemplada com o seu talento.
Como ser humano é maravilhoso e por isso a música que constrói ter uma energia que nos faz querer sentir mais e mais desse dengoso embalar das suas notas.
Espero que as estrelas estejam sempre contigo e te acompanhem nessa caminhada, a tua voz e a tua música sabe aquecer os nossos corações e alimentar as nossas almas.
E muito obrigada por nos presenteares com a tua arte.
Mas mais uma vez digo, falar de um músico como o Yami, não é fácil.
Parabéns!
Mariza



"Beijo de Luz" : Alinhamento e Ficha Técnica:
1. Intro
2. Humbiumbi (música tradicional angolana, adaptação Yami)
3. Leya (Yami)
4. Terra azul (Yami e Pedro Campos)
5. Contratado (Yami)
6. Dichiarazione D’Amore (Yami)
7. Bembalongo (Yami)
8. A vida é bela (Yami)
9. Muxima Yami (Yami)
10.Xiamiê (Yami)
11.Beijo de Luz (Yami e Paulo Abreu de Lima)
12.Afrika é lá (Yami)
13. Pensando conforme o tempo (Minguito)

Yami - voz, + baixo + coros em todos os temas (excepto baixo no tema 11 e voz no tema 13) |
Dale Chappell - voz no tema 1 | Marito Marques - bateria nos temas 3,4,12 |
Victor Zamora - Piano & Rhodes nos temas 3,4,8,9,11,12 |
Tiago Oliveira - guitarra eléctrica nos temas 2,3,6,8,9,10,12 |
Vicky - bateria nos temas 2,5,6,7,8,9,10,11,13 |
Ricardo Ferreira - guitarra acústica nos temas 3,8 |
Nelson Canoa - teclados no tema 7 |
Pedro Jóia - guitarra no tema 11 |
João Frade - acordeon nos temas 2,5,9,13 |
Ricardo Toscano – saxofone nos temas 6,10,12 |
Miguel Ferrador - hammond no tema 6 |
Tiago Santos - guitarra acústica nos temas 5,7 |
Gustavo Roriz - baixo no tema 4 |
Ruca Rebordão - percussão nos temas 5,6,8,12,13 |
Participações Especiais:
Dominic Mancuso | Pedro Jóia | Luanda Cozetti | Sérgio Loroza | João Frade | Dale Chappell
Produção: Yami
Arranjos e direcção musical: Yami
Gravação: Miguel Seco & Miguel Ferrador & Fernando Gomes & Ricardo Ferreira
Mistura e masterização: Miguel Ferrador
Produção executiva: Ricardo Ferreira (Blim Records)
Fotografia: João Portugal | Make up: Paula Pinto | Stylist & Design: Maria Caroço
Design e grafismo: Rui Antunes (www.radesign.com.pt)



Fade In e o EP "Save our souls"


Os portuenses FADE IN acabam de desvendar “Save Our Souls”, o cativante segundo single do EP “Insane” que combina influências indie mergulhadas na pop/rock com que têm vindo a traçar o seu caminho.
Este é já o segundo single retirado do último EP da banda, que chega agora ao mercado em formato CD depois de ter tido recentemente edição em formato digital.

www.musicinmysoul.pt 

sexta-feira, maio 27, 2016

Curtas de Vila do Conde - Festival internacional de cinema ... e musica também



Os ingleses Tindersticks vão apresentar, ao vivo no Curtas Vila do Conde, o novo álbum visual “The Waiting Room”. A secção Stereo do festival vai contar também com filmes-concerto de Jay-Jay Johanson, The Legendary Tigerman e The Greg Foat Group.

O Curtas Vila do Conde – Festival Internacional de Cinema regressa para a sua 24ª edição entre 9 e 17 de julho. À imagem dos anos anteriores, a programação arrojada do festival volta a dar destaque à intersecção entre o cinema e a música através da secção Stereo, onde as imagens em movimento são reinterpretadas por músicos e bandas em espetáculos ao vivo.

A 13 de julho, os ingleses Tindersticks apresentam, ao vivo no festival, “The Waiting Room”, num filme-concerto acompanhado por várias curtas-metragens que ilustram as faixas do novo álbum. Na segunda parte do espetáculo, a banda vai ainda revisitar alguns dos temas que marcaram os 25 anos de carreira dos Tindersticks. É uma estreia absoluta em Portugal.

Editado no início do ano, “The Waiting Room” é o décimo álbum de estúdio dos Tindersticks e conta com as participações especiais de Jehnny Beth, vocalista das Savages; um dueto virtual com Lhasa De Sela, cantora falecida em 2010; e arranjos de Julian Siegel. Este novo trabalho surge acompanhado de um ambicioso projeto audiovisual que explora a relação dos Tindersticks com o cinema: vários realizadores foram convidados a criar curtas-metragens que ilustram visualmente cada uma das 11 faixas do álbum. Estas interpretações ficaram a cargo de cineastas como Christoph Girardet, Joe King e Rosie Pedlow – que já passaram, inclusivamente, pelo Curtas Vila do Conde – Pierre Vinour, Claire Denis, Gregorio Graziosi, Richard Dumas e o brasileiro Gabriel Sanna, entre outros. Alguns dos vídeos são assinados pelo próprio Stuart A. Staples, vocalista da banda.

O projeto, produzido pela Blogotheque e pela editora discográfica Lucky Dog, é o resultado de uma parceria com o Festival Internacional de Curtas Metragens de Clermont-Ferrand, onde o espetáculo foi apresentado pela primeira vez.

A 16 de julho, o cantor e compositor de voz melancólica, Jay-Jay Johanson apresenta em Vila do Conde o seu mais recente álbum “Opium”, num espetáculo audiovisual onde os temas são acompanhados por imagens em movimento.

Assumidamente mais pop e rock, o décimo álbum de originais de Jay-Jay Johanson mantém toda a essência da sua música: uma facilidade inata para as melodias e uma voz e ritmos que elevam as suas canções do subtil ao sublime, numa abordagem intimista às questões que o atormentam.

Presença habitual no Curtas Vila do Conde, The Legendary Tigerman regressa ao festival a 15 de julho com “How To Become Nothing”, o projeto que juntou o músico, a fotógrafa Rita Lino e o realizador Pedro Maia numa road trip pelo deserto da Califórnia. O resultado, em estreia absoluta no Curtas Vila do Conde, é um road movie, em formato de filme-concerto, com banda sonora ao vivo de The Legendary Tigerman e imagens manipuladas em tempo real por Pedro Maia. “How To Become Nothing” é um falso diário, com registos em fotografia, Super 8mm e textos de Paulo Furtado, fruto de três visões sobre a viagem de um homem que, mais do que desaparecer, procura chegar a nada, ser nada.

Pela primeira vez em Portugal, The Greg Foat Group, o quinteto de jazz liderado pelo talentoso músico Greg Foat, sobe ao palco do festival a 14 de julho para apresentar um projeto em estreia absoluta. “Visual Music” é uma banda sonora original para clássicos do cinema experimental dos anos 20 realizados por Hans Richter, Marcel Duchamp, Ralph Steiner e Walter Ruttmann.

Com vários trabalhos editados pela Jazzman Records, The Greg Foat Group são aclamados pela crítica internacional desde a sua estreia. A sonoridade incomparável do grupo caracteriza-se pela atmosfera de experimentação, recorrendo a instrumentos como o cravo, o sintetizador, sinos tubulares e um coro que acompanha os registos, numa mistura de estilos e correntes musicais que primam pelo ambiente cinematográfico e o jazz psicadélico.

Os bilhetes para os filmes-concerto do Curtas Vila do Conde estão à venda na Bilheteira do Teatro Municipal de Vila do Conde e na rede da Bilheteira Online. Para o filme-concerto dos Tindersticks, os bilhetes custam 22 euros, com desconto de 50% para titulares do Free-Pass do Festival. Para os restantes espetáculos, os bilhetes variam entre os 7 e os 15 euros, com entrada gratuita com Free-Pass.

O Free-Pass para o 24º Curtas Vila do Conde, à venda no site do festival, pode ser adquirido até 31 de maio ao preço promocional de 35 euros. Depois dessa data, passa a custar 40 euros, aumentando para 50 euros a partir de 1 de julho. Este passe geral garante o acesso a todas as sessões de cinema, filmes-concerto (à exceção de Tindersticks), festas, Mercado da Curta Metragem e a um catálogo do festival.

Na sua 24ª edição, o Curtas Vila do Conde continuará a apresentar, no Teatro Municipal, o melhor do cinema contemporâneo através de uma vasta seleção de filmes inovadores para um público cada vez mais interessado e que vive a semana do festival de forma intensa.

O Curtas Vila do Conde tem o apoio da Câmara Municipal de Vila do Conde, do Ministério da Cultura, do Instituto do Cinema e Audiovisual e de vários parceiros imprescindíveis à realização do festival. A secção Stereo conta com o patrocínio exclusivo da FNAC.



| STEREO

TINDERSTICKS, 13 julho, 22:30
Plateia: 22 euros

GREG FOAT GROUP, 14 julho, 23:59
Plateia: 7 euros

THE LEGENDARY TIGERMAN, 15 julho, 23:59
Plateia: 10 euros

JAY-JAY JOHANSON, 16

 julho, 23:59
Plateia: 15 euros

www.curtas.pt

Crossroads Guitar Festival à venda a partir de 10 junho





Quatro horas de música ao vivo gravado no aclamado Crossroads Guitar Festival promovido por Eric Clapton editado pela primeira vez em CD e edição digital

Triplo CD com 41 faixas com actuações de Eric Clapton, Jeff Beck, Gary Clark Jr., Sheryl Crow, Vince Gill, Buddy Guy, B.B.King, John Mayer, Willie Nelson, Carlos Santana, James Taylor, Joe Walsh, Steve Winwood, Ronnie Wood, ZZ TOP entre outros

À venda a partir de  10 de Junho



Criado em 2004 pelo guitarrista Eric Clapton, o Crossroads Guitar Festival oferece aos fãs a oportunidade de assistirem a actuações verdadeiramente históricas de alguns dos maiores guitarristas do mundo. Embora os fãs possam recordar esses momentos mágicos através de vários DVD e Blu-ray, poucas actuações foram editadas em CD. Agora, tudo será diferente: a Rhino irá editar uma compilação de 41 faixas com quase quatro horas de música ao vivo nunca antes editada em CD ou formato digital.



CROSSROADS REVISITED: SELECTIONS FROM THE CROSSROADS GUITAR FESTIVAL estará disponível no dia 10 de Junho sob a forma de um triplo CD e em formato digital. Esta compilação, com 41 faixas ao vivo, inclui uma selecção de grandes actuações das quatro edições do Crossroads Guitar Festival, realizadas em 2004, 2007, 2010 e 2013. É um verdadeiro “Quem é Quem” da guitarra, incluindo Clapton, Jeff Beck, Gary Clark Jr., Robert Cray, Billy F Gibbons, Vince Gill, Buddy Guy, B.B. King, John Mayer, Carlos Santana, Joe Walsh, Ronnie Wood e Jimmie Vaughn, entre outros.



A compilação inclui várias actuações espantosas de Clapton, tais como a sua versão de “Isn’t It A Pity”, de George Harrison, e uma electrizante versão de “Layla” que foi incluída no DVD Crossroads Guitar Festival 2004. Mas o destaque vai para as colaborações do “Slowhand” em palco, por exemplo, em “After Midnight” com J. J. Cale, o autor desta canção de sucesso, ou em “Presence Of The Lord”, dos Blind Faith, com Steve Winwood, que em tempos pertenceu a esta mesma banda juntamente com Clapton.



Naturalmente, os jams dos grandes guitarristas constituem alguns dos momentos mais inesquecíveis da compilação. Alguns destaques: “Paying The Cost To Be The Boss”, com B.B. King, Robert Cray, Jimmie Vaughn e Hubert Sumlin; “Five Long Years”, com Buddy Guy, Ronnie Wood e Jonny Lang, e “Steamroller”, com James Taylor e Joe Walsh.



Realizado de três em três anos desde 2004, o Crossroads Guitar Festival angaria fundos para o Crossroads Centre, em Antigua, um centro de tratamento e educação para toxicodependentes fundado por Clapton em 1998.



Alinhamento:



CD 1

1.       “Sweet Home Chicago” – Eric Clapton, Robert Cray, Buddy Guy, Hubert Sumlin, & Jimmie Vaughan (2004)
2.       “Rock Me Baby” – Eric Clapton, Buddy Guy, B.B. King, & Jimmie Vaughan (2004)
3.       “Steam Roller” – James Taylor with Joe Walsh (2004)
4.       “What The Cowgirls Do” – Vince Gill with Jerry Douglas (2004)
5.       “After Midnight” – J.J. Cale with Eric Clapton (2004)
6.       “Green Light Girl” – Doyle Bramhall II (2004)
7.       “Hell At Home” – Sonny Landreth with Eric Clapton (2007)
8.       “City Love” – John Mayer (2004)
9.       “Funk 49” – Joe Walsh (2004)
10.   “Drums Of Passions (Jingo)” – Carlos Santana with Eric Clapton (2004)
11.   “Cause We’ve Ended As Lovers” – Jeff Beck (2007)
12.   “Have You Ever Loved A Woman (Blues In C)” – Eric Clapton (2004)
13.   “Layla” – Eric Clapton (2004)




CD 2

1.       “Little By Little” – Susan Tedeschi with The Derek Trucks Band (2007)
2.       “Poor Johnny” – The Robert Cray Band (2007)
3.       “Paying The Cost To Be The Boss” – B.B. King with The Robert Cray Band,  Jimmie, Vaughan, & Hubert Sumlin (2007)
4.       “Tulsa Time” – Sheryl Crow with Eric Clapton, Vince Gill, & Albert Lee (2007)
5.       “On The Road Again” – Willie Nelson with Sheryl Crow, Vince Gill, & Albert Lee           (2007)
6.       “Isn’t It A Pity” – Eric Clapton (2007)
7.       “Belief” – John Mayer (2007)
8.       “Mas Y Mas” – Los Lobos (2007)
9.       “Big Block” – Jeff Beck (2007)
10.   “Presence Of The Lord” – Steve Winwood & Eric Clapton (2007)
11.   “Cocaine” – Eric Clapton (2004)
12.   “Waiting For The Bus/Jesus Just Left Chicago” – ZZ Top (2010)
13.    “Don’t Owe You A Thing” – Gary Clark Jr.
14.   “Bright Lights” – Gary Clark Jr.                                            


CD 3

1.       “Our Love Is Fading” – Sheryl Crow with Eric Clapton, Doyle Bramhall II, & Gary Clark Jr.  (2010)
2.       “Lay Down Sally” – Vince Gill with Sheryl Crow, Keb’ Mo’, Albert Lee, James Burton, & Earl Klugh (2010)
3.       “Space Captain” –  Derek Trucks & Susan Tedeschi Band with Warren Haynes, David Hildago, Cesar Rosas, & Chris Stainton (2010)
4.       “Hammerhead” – Jeff Beck (2010)
5.       “Five Long Years” – Buddy Guy with Jonny Lang & Ronnie Wood (2010)
6.       “Hear My Train A Comin’” – Doyle Brahmhall II (2010)
7.       “Dear Mr. Fantasy” – Steve Winwood & Eric Clapton (2010)
8.       “Born Under A Bad Sign” – Booker T. with Steve Cropper, Keb’ Mo’, Blake Mills, Matt “Guitar” Murphy, & Albert Lee (2013)
9.       “Everyday I Get The Blues” – The Robert Cray Band with B.B. King, Eric Clapton, & Jimmie Vaughan (2013)
10.   “Please Come Home” – Gary Clark Jr. (2013)
11.   “Tumbling Dice” – Vince Gill with Keith Urban & Albert Lee (2013)
12.   “I Shot The Sheriff” – Eric Clapton (2010)
13.   “Crossroads” – Eric Clapton (2013)






# # #



Dep. Promoção/ Warner Music Portugal/ 27 de Maio de 2016

UHF - "Rua do Carmo"


sexta-feira, maio 20, 2016

Novo video de Old Jerusalém


OLD JERUSALEM APRESENTA NOVO VÍDEO “A CHARM”
Vídeo: https://youtu.be/4RA1eVLMTZ0
Audio: https://we.tl/hI3YHXyaZ0
Fotos promocionais (créditos Leonel Sousa): https://we.tl/PZvCSZBdcM

Dando seguimento à apresentação do seu mais recente disco, 'A rose is a rose is a rose', o sexto trabalho de longa duração, editado em abril de 2016, Old Jerusalem apresenta agora o segundo vídeo retirado do álbum, desta feita para o tema 'A charm'.

Uma canção sobre decadência e regeneração, ela é aqui apresentada na interpretação visual da realizadora Natacha Oliveira.

Por contraponto ao anterior “Old Jerusalem” (PAD, 2011), integralmente composto e intepretado por Francisco Silva, “A rose is a rose is a rose” retoma a colaboração com outros músicos, destacando-se a este título o trabalho desenvolvido com Filipe Melo, responsável pelo piano e arranjos de cordas do álbum e um verdadeiro e empenhado cúmplice na delineação do rumo estético do trabalho. De facto, quase poderia afirmar-se que na sua génese as canções de “A rose is a rose is a rose” serviram como “pretexto” para esta colaboração, que começou a delinear-se logo no momento em que os dois músicos se conheceram, num concerto de homenagem a Bernardo Sassetti em Lisboa.

Juntando à prestação de fiéis colaboradores habituais (como o produtor Paulo Miranda e o baterista Pedro Oliveira) os contributos de músicos e técnicos que trabalham pela primeira vez em disco com o projecto (o já mencionado Filipe Melo no piano, Nelson Cascais no contrabaixo, as colaborações pontuais de Petra Pais e Luís Ferreira, dos Nobody’s Bizness, na voz e guitarras, respectivamente, o quarteto de cordas de Ana Pereira, Ana Filipa Serrão, Joana Cipriano e Ana Cláudia Serrão, bem como o trabalho de misturas de Nelson Carvalho e de gravação de Luís Candeias e João Ornelas), “A rose is a rose is a rose” apresenta uma versão de Old Jerusalem mais expansiva, ainda que sempre centrada na atenção às canções e à forma mais eficaz e agradável de as comunicar ao ouvinte.

Os concertos de promoção de 'A rose is a rose is a rose' prosseguem entretanto ao longo dos próximos meses, com datas actualmente confirmadas em:
- 28 de Maio/ Festival Rádio Faneca, Ílhavo
- 25 de Junho/ Paços da Cultura, São João da Madeira
- 30 de Junho/ TBA, São Pedro do Sul
- 2 de Julho/ TBA, TBA
- 23 de Julho/ Associação Arquente, Faro
- 24 de Julho/ Fortaleza de Sagres, Sagres
- 2 de Setembro/ Sons À Sexta, Fundão

Para informação actualizada de agenda e outras informações e interações, consultar a página de facebook de Old Jerusalem https://www.facebook.com/oldjerusalempt/

terça-feira, maio 17, 2016

Tantra - Sea maiden (The vision)


Marta Hugon ao vivo em Lisboa

MARTA HUGON APRESENTA "bittersweet" EM LISBOA
 

à venda no dia 03 de junho
 
Novo Single Alright já disponível
 
Este é o concerto de apresentação do novo disco de originais de Marta Hugon. "Bittersweet" é um disco de emoções, sólido na interpretação, na composição e nos arranjos, onde pressentimos desde o início a dualidade que marca o repertório e que lhe deu nome. É na individualidade da escrita das canções – em parceria com Filipe Melo - e na elegância e riqueza dos seus detalhes que nos vamos deixando seduzir. Acompanhada por músicos de créditos reconhecidos, Marta Hugon leva-nos num passeio estilístico de charme mas cheio de substância, onde espreitam, por vezes, as origens jazzísticas da cantora. No dia 02 de junho, o CCB acolhe o primeiro concerto do seu quarto disco.
Com um elenco de luxo, este encontro musical convida-nos a viver em pleno as emoções deste "bittersweet".
 
Ficha técnica:
 
Marta Hugon – voz e letras
Filipe Melo – piano, composição e direção musical
Mário Delgado – guitarra
Nelson Cascais – contrabaixo e baixo elétrico
Margarida Campelo – teclas e voz
André Sousa Machado – bateria
 
Ricardo Toscano - saxofone e clarinete baixo
Diogo Duque – trompete
Eduardo Lala– trombone
 
Ana Pereira – violino 1
Ana Filipa Serrão – violino 2
Joana Cipriano – viola d’arco 
Ana Cláudia Serrão – violoncelo 
 
Som – Nelson Carvalho
Luzes – Pedro Leston
 
Com o apoio:
 
 
***
 
 

All is Sound

ALL IS SOUND: Novo Disco & Tour de The Fellow Man e We Bless This Mess


 
THE FELLOW MAN e WE BLESS THIS MESS unem talento e criatividade num projeto colaborativo intitulado ALL IS SOUND. É um disco de 8 temas, um split record com 4 temas de cada um dos músicos, mas é também nome para uma tour “a meias”, com datas entre Portugal e UK.
Tendo como base a música folk, o disco expande-se num conjunto de sonoridades que, expressando o background de cada um dos artistas, resulta num trabalho dinâmico com uma combinação intempestiva e feita de um momento irrepetível em estúdio.

O formato físico do álbum "ALL IS SOUND" terá uma edição física única de 200 cópias.
Os 4 temas compostos por We Bless This Mess, que representam a primeira metade do disco, estão a partir de hoje disponíveis para audição no bandcamp da Oh Lee Records:

O primeiro espetáculo ao vivo será já na próxima sexta-feira, dia 13 de Maio, no Popular Alvalade.

Imagem intercalada 2

Captain Boy ao vivo no Porto

Captain Boy | 21 de Maio no Mercado do Bom Sucesso no Porto
http://www.mercadobomsucesso.com/wp-content/uploads/2016/05/Captain-Boy-300x300.jpg
Depois de ter passado pelo Belém Art Fest no dia 6 de Maio, Captain Boy regressa à cidade do Porto a 21 de Maio onde vai estar noMercado do Bom Sucesso pelas 21h30. Neste espectáculo podemos contar com a apresentação dos temas do seu EP editado em 2015 e também com o novo single “Tango” que estreou recentemente e que antecede o seu primeiro trabalho de longa duração.
No Mercado do Bom Sucesso Captain Boy estará acompanhado pelos “The Pirates” na guitarra, baixo e bateria.
Podemos arriscar dizer que terá sido um dos concertos da noite, mas ainda havia muita música por ver e ouvir. Captain Boy é um daqueles projectos de forte influência autoral, que nos encanta pela diferença, criatividade, atitude e carisma”  Música em DX sobre o concerto noFestival Belém Art Fest.
https://scontent-mad1-1.xx.fbcdn.net/v/t1.0-9/13173643_991745970920596_7635655333172429637_n.jpg?oh=aecd6b6d2eedd14032e4666297e58688&oe=57D1CB09


sexta-feira, maio 13, 2016

Stevie Ray Vaughan & Albert Collins & Jimmie Vaughan


Shania Twain - Party for two - live


The Who - "I can't explain"


Luiz Caracol - Video "Por acaso"



Luiz Caracol
estreia hoje o videoclip do novo single
“ Por acaso"



NEWSLETTER.12 MAIO.2016

“Por acaso” é o nome do primeiro single do segundo álbum de Luiz Caracol( letra e música), que terá o título de “Metade” e que representa bem, não só a mestiçagem do Luiz e da sua música, como toda a mistura que se escontra em si, nas suas influências e no seu trabalho a solo.
Neste seu tema de estreia podem encontrar-se muitos dos elementos que inspiram a sua maneira de sentir e de fazer música, onde se misturam sonoridades e cores de uma Lisboa mulata, com palavras de uma letra sobre um encontro tão casual e tão bairrista, típicos de uma cidade tão única como ela é.


Gravado na Tasca Beat do Rosário, em Alfama, generosamente cedida pela família OqueStrada, com a participação especial da Marta Miranda e dos músicos Norton Daiello e Ruca Rebordão.

Realização e Montagem: João Monge e Ricardo Damásio


Booking & Management
www.amplaportugal.com

 https://www.facebook.com/luizcaracoloficial/?fref=ts


terça-feira, maio 10, 2016

The Codfish Band com álbum a 27 maio

Dia 27 de maio o álbum dos Codfish vai estar disponível nas plataformas digitais.

Mais informações em:

www.facebook.com/farolmusica

Farol Música

Liane ao vivo dia 15 maio

A Bracarense Liane Silva vai estar na Fnac Marshopping no dia 15 de maio proximo pelas 17 horas.

www.lianemusic.com

segunda-feira, maio 09, 2016

Sophia apresenta novo single

 
 
 
 NEWSLETTER. 9 DE MAIO.2016
 
SOPHIA APRESENTA NOVO SINGLE
SIGO O RUMO 

 

Com letra da sua autoria e música de Tiago Machado, Sophia pela primeira vez dá alma às suas próprias palavras, numa música que conta a sua própria vida, igual a tantas outras que como ela lutam dia a dia, para seguir o seu rumo.

Uma música inspiradora que segue o caminho do álbum anterior. Este tema contou com a colaboração de Tiago Neto, Pedro Pacheco nos primeiros violinos; Vasco Broco, David Whanon nos segundos violinos; Jorge Teixeira , Maia Kousnetsova na viola; Nuno Abreu, Jeremy Lake nos violoncelos; Tiago Machado no piano; Ricardo Pego ( Dikk) no baixo; Vicky Marques na percussão.

A produção e arranjos musicais : Tiago Machado.

Gravado no Atlântico Blue Studio por Rui Guerreiro
Misturado e masterizado no estúdio O Pé de Vento por Fernando Nunes e Tiago Machado
 

 
 
 
facebook  

sábado, maio 07, 2016

Keith Richards - Trouble


www.keithrichards.com

Mick Jagger & Keith Richards


Cassapo ao vivo e novo disco "Origens"



Promoção ao vivo " Origens "

01 Maio - Fnac Alfragide
06 Maio - Fnac Almada
27 Maio - Fnac Cascais
29 Maio - Fnac Almada
18 Junho - Fnac Guia
19 Junho - Fnac Faro
16 Julho - Auditório Olga Cadaval - Sintra

Novo CD dos Red Hot Chili Pappers


OS RED HOT CHILI PEPPERS ANUNCIAM NOVO ÁLBUM –“THE GETAWAY”– DISPONÍVEL A 17 DE JUNHO, ATRAVÉS DA WARNER BROS. RECORDS

PRIMEIRO SINGLE —“DARK NECESSITIES”—
DISPONÍVEL HOJE EM TODAS AS PRINCIPAIS PLATAFORMAS DIGITAIS EM TODO O MUNDO

Stream - “DARK NECESSITIES”
Youtube: https://youtu.be/qJ_Tw0w3lLA
Spotify: http://smarturl.it/klytet
Apple Music: http://smarturl.it/8vhiot



5 de Maio, 2016 — Los Angeles, CA — Os já premiados com Grammy® e eleitos para o Rock and Roll Hall of Fame, Red Hot Chili Peppers, estão de volta com um novo single — “Dark Necessities” que é hoje editado em todo o mundo através das mais variadas plataformas digitais de música.

Esta é a primeira canção a ser retirada de “The Getaway”, o 11º álbum de estúdio da banda de Los Angeles e que tem saída marcada para o dia 17 de Junho, através da Warner Bros. Records. Os fãs que pré-encomendarem o álbum em http://smarturl.it/thegetawayrhcp recebem um download imediato do tema “Dark Necessities”. O álbum foi produzido por Danger Mouse e misturado por Nigel Godrich. O álbum anterior dos Red Hot Chili Peppers, “I’m With You”, foi editado em 2011 e alcançou o topo das tabelas de vendas em 18 países.  

Os Red Hot Chili Peppers estarão presentes em vários festivais de música este Verão incluindo o Lollapalooza, em Chicago, a 30 de Julho

The Getaway

1.      The Getaway
2.      Dark Necessities
3.      We Turn Red
4.      The Longest Wave
5.      Goodbye Angels
6.      Sick Love
7.      Go Robot
8.      Feasting on the Flowers
9.      Detroit
10.    This Ticonderoga
11.    Encore
12.    The Hunter
13.    Dreams of a Samurai

05/22                    Columbus, OH                  Rock on the Range
05/29                    Napa Valley, CA                               BottleRock
06/03-05              Mendig Airfield, Germany          Rock am Ring
06/03-05              Nuremburg, Germany  Rock im Park
06/08                    Interlaken, Switzerland                Greenfield Festival
06/10                    Landgraaf, Netherlands               Pinkpop
06/10-12              Nickelsdorf, Austria                       Novarock
06/29-07/02       Roskilde, Denmark                         Roskilde Festival
06/30-07/03       Gdynia, Poland                Open’er Festival
07/02                    Werchter, Belgium                         Rock Werchter
07/06                    Kiev, Ukraine                                    U-Park Festival
07/09                    Moscow, Russia                              Park Live
07/10                    Perthshire, Scotland      T in the Park
07/15                    Ottawa, Canada                              Ottawa Bluesfest
07/16                    Quebec City, Canada     Festival d’été de Quebec
07/22-24              Yuzawa-cho, Japan                        Fuji Rock Festival
07/22-24              Jinsan, South Korea       Valley Rock Festival
07/29-31              Montreal, Canada                          Osheaga Festival
07/30                    Chicago, IL                                         Lollapalooza
08/25                    Belfast, Northern Ireland            Tennent’s Vital
08/26-27              Reading, England                            Reading Festival
08/26-27              Leeds, England                 Leeds Festival



Sobre os Red Hot Chili Peppers
Os Red Hot Chili Peppers, uma das mais bem sucedidas bandas da história do Rock, do qual fazem parte actualmente o cantor Anthony Kiedis, o baixista Flea, o baterista Chad Smith e o guitarrista Josh Klinghoffer, já venderam mais de 60 milhões de álbuns, incluindo 5 multi-platina e ganharam 6 Grammy Awards, entre eles, "Best Rock Album" com “Stadium Arcadium”, "Best Rock Performance By a Duo or Group" com "Dani California," "Best Rock Song" para "Scar Tissue," e "Best Hard Rock Performance With Vocal" com "Give It Away." A banda foi ainda incluída entre os eleitos para Rock and Roll Hall of Fame em Abril de 2012.

O último álbum dos Red Hot Chili Peppers,“I’m With You”, foi editado pela Warner Bros. Records em Agosto de 2011.



Dep. Promoção/ Warner Music Portugal/ 5 de Maio de 2016

Festim 2016


O cartaz completo da 8ª edição do Festim - festival intermunicipal de músicas do mundo foi hoje apresentado no Salão Nobre da Câmara Municipal de Águeda, numa Conferência de Imprensa conjunta dos seis Municípios parceiros: Águeda, Albergaria-a-Velha, Sever do Vouga, Estarreja, Ovar e Oliveira do Bairro. De 9 de junho a 21 de julho, Sextet à Claques (França), Tomás de Perrate (Espanha), Ibrahim Ferrer Jr (Cuba), Tinariwen (Mali), Trilok Gurtu Band (Índia), Cheikh Lô (Senegal) e Tito Paris (Cabo Verde) vão subir aos vários palcos do Festim 2016!

Com um singular modelo de programação em rede, o reconhecimento desta iniciativa intermunicipal consolida-se, a cada ano, como uma imagem de marca da região, tanto pela programação ímpar de artistas de projeção internacional, como pela crescente conquista e fidelização de públicos oriundos de diversas zonas do país. De 9 de junho a 21 de julho, esta 8ª edição estende-se por um total de 15 concertos maioritariamente realizados ao ar livre, levando para a rua a festa da diversidade, com concertos em espaços públicos mas também em alguns dos equipamentos culturais da região, numa festiva viagem por quatro continentes.

A conferência de imprensa, que foi aberta pelo anfitrião Gil Nadais, Presidente da Câmara Municipal de Águeda, contou ainda com as intervenções de Delfim Bismark (CM Albergaria-a-Velha), Almeida e Costa (CM Sever do Vouga), Alexandre Rosas (CM Ovar), João Alegria (CM Estarreja) e Catarina Pereira (CM Oliveira do Bairro) e do programador do festival, Luís Fernandes (d'Orfeu AC). Único festival português a integrar a rede europeia “European Forum of Worldwide Music Festivals” e agora também com o selo EFFE, o Festim acontece, de novo, a partir de 9 de Junho!


programa completo no sítio oficial
http://www.festim.pt/
http://www.facebook.com/dorfeu.festim

Sextet à Claques
(França)
Tomás de Perrate
(Espanha)
Ibrahim Ferrer Jr
(Cuba)
Tinariwen
(Mali)
Trilok Gurtu Band
(Índia)
Cheikh Lô
(Senegal)
Tito Paris
(Cabo Verde)

Belém Art Fest


7UP® promete experiências de sabor únicas no Belém Art Fest

·       Palco 7UP® recebe artistas portugueses que fundem diferentes influências musicais
·       7Up Mix vai proporcionar momentos de prazer associados ao consumo de 7UP® em conjunto com outros sabores e aromas


Porto Salvo, 02 de maio de 2016 – Pela primeira vez, 7UP dá nome a um dos palcos no Belém Art Fest, associando-se a um evento que abraça diferentes vertentes da arte e cultura portuguesas.

No fim de semana de 6 e 7 de maio, a Garrafa Gigante 7UP (tenda 7Up) estará no Jardim da Praça do Império e será o ponto de encontro de diversão e interatividade, com diversas ações de ativação de 7Up Mix, que incluem a possibilidade de experimentar alguns dos cocktails mais emblemáticos combinados com 7UP.

O Palco 7UP conta com artistas que apostam na fusão de diversos estilos e influências musicais para criar conceitos musicais diferenciadores como os que serão apresentados por Pirataria 2635, Dj X-Acto, Denise, Bully, Taser, Mk Nocivo, Rolézinho e Ferry.

Joana Lopes, Brand Manager 7UP, salientou que “a presença de 7UP no Belém Art Fest enquadra-se plenamente no posicionamento da marca, “É bom ser quem és”, em que um dos eixos principais é a “arte” como forma de expressão da singularidade, originalidade e autenticidade que caracterizam a 7UP e os fãs da marca.

O Belém Art Fest quer repetir o sucesso da última edição e tornar a esgotar os dois dias de fusão cultural que ligam, de forma única e invulgar, artistas e património, através da música, dança, workshops, gastronomia e artesanato. Esta 5ª edição decorrerá durante dois dias, em que a cultura portuguesa ocupa os Claustros do Mosteiro dos Jerónimos, o Museu Coleção Berardo, o Museu Nacional de Arqueologia e o Jardim da Praça do Império, com uma programação 100% nacional.

http://www.pepsico.pt/

Caruma com musica nova


HOSTIA DE MENTOL
Caruma
Data de edição: 27 de Maio de 2016
Edição: Alain Vachier Music Editions




A Caruma é uma banda folk de Leiria que canta o país e as suas impaciências. Apresentaram o seu primeiro disco homónimo em 2010.

O universo da Caruma está entre um velho e um novo Portugal e sugere que estes nunca se encontram, que o machismo e a tradição ainda andam lado a lado e que o Portugal de hoje está ainda para se encontrar, perdido no meio de tanta globalização. A sonoridade passa pelo tradicional folk português mas também pelos frenéticos ritmos do leste da Europa, alternando com melodias mais simples que transportam desamor e relações mal resolvidas.

A Caruma quer-se solta, seca e não tem compromissos com quem a escuta. Há temas corrosivos, há palavras proibidas e há o normal nestas coisas, falar do que se quer falar como se quer falar.

Passados seis anos, com a rodagem adquirida em dezenas de espetáculos e com uma enorme visibilidade conquistada, a Caruma está de volta, com a edição do segundo álbum de originais, Hostia de Mentol. Neste disco, a banda busca um inconformismo onde a Poesia tem de ser verdade e onde a Arte dá início à mudança.


 Alain Vachier Management
+351 969 034 922 - +351 213 950 922 espectaculos.alainvachier@gmail.com

https://m.facebook.com/Caruma-banda-159155327428025/?fref=ts

Reedicao de êxitos de Eugenia Melo e Castro dia 13 de maio


13 de Maio nas plataformas digitais
Verdadeira embaixatriz portuguesa em terras brasileiras, Eugénia Melo e Castro conseguiu em mais de três décadas de carreira reunir duetos e parcerias autorais com os maiores nomes da música Brasileira.
Eugénia Melo e Castro cantou com Milton Nascimento, Egberto Gismonti, Wagner Tiso, Tom Jobim, Ney Matogrosso, Gal Costa, Caetano Veloso, Chico Buarque, Adriana Calcanhotto e muitos outros.
Esta é uma colecção digital de alguns dos grandes êxitos de Eugénia Melo e Castro.
Também nesta colecção está o álbum “Conversas Com Versos” da autoria de sua mãe, Maria Alberta Menéres.
·         Paz
·         Ao Vivo em S. Paulo
·         Desconstrução
·         Dança da Luz
·         Dança_da_Lua.doc.2004
·         Motor da Luz
·         Recomeço
·         Lisboa Dentro de Mim
·         Conversas Com Versos

https://m.facebook.com/EugeniaMeloCastroOficial/?fref=ts

Rogerio Charraz ao vivo




Rogério Charraz está de volta com o terceiro álbum de originais. Não Tenhas Medo do Escuro é o nome do seu novo trabalho. “Este é um disco muito verdadeiro, em que as canções estão muito mais próximas da sonoridade original, quando acabam de ser compostas. É um disco de autor, feito por alguém que não precisa de fronteiras nem de gavetas para se definir. É um disco de música portuguesa e também de música do mundo”, explica Rogério Charraz.

O álbum é composto por 11 canções e todas são da autoria do próprio Rogério Charraz, com exceção de Meu Amor Eterno, composta em parceria com o pianista Júlio Resende, que também a toca no álbum. É uma canção muito comovente, com uma letra escrita por Rogério Charraz e dedicada à sua mãe.

Além de Júlio Resende, Não Tenhas Medo do Escuro conta ainda com as honrosas participações da fadista Katia Guerreiro, da guitarrista Marta Pereira da Costa e do acordeonista João Gentil. Os irmãos Buba e Eduardo Espinho e também António Caixeiro completam a lista de músicos convidados, trazendo o Alentejo para a canção Chuva nos Beirados.

Entre os autores das letras destaca-se o jornalista José Fialho Gouveia, que assina cinco das canções do disco.
Joana Correia (mulher de Rogério Charraz que se estreia na escrita de canções com duas letras), a romancista Filipa Martins, Maria Morgado e Rogério Perrolas escreveram as palavras para os restantes temas.

Todas as imagens promocionais – incluindo a foto de capa – são da autoria de Jorge Simão, fotojornalista que tem feito trabalhos com vários artistas portugueses e que, em 2011, foi galardoado com o Prémio Gazeta de Fotografia.

“Quem tem a sorte de poder contar com estas colaborações não pode ter medo do escuro”, sublinha Rogério Charraz.
 

Rogério Charraz - voz e guitarra
Carlos Lopes - acordeão e voz
Edu Miranda - bandolim
Jaume Pradas - bateria e voz
Luis Pinto - baixo e voz
Paulo Loureiro - teclas e voz
 
E muito convidados!!!


Alain Vachier Management
- +351 969 034 922 - +351 213 950 922 espectaculos.alainvachier@gmail.com

MPLUS ao vivo em Freamunde


Os MPLUS continuam a apresentar os temas do disco de estreia, "Unfold"
Sexta, 6 Maio, 22h00 | MPLUS ao vivo no Espaço A, Freamunde

MPLUS é um projecto de Synthpop/Electrónica constituído por Mónica Dias na guitarra e voz e Márcio Paranhos na bateria e sintetizadores.
Uma videógrafa com anteriores ligações a bandas de rock e blues e um artista multimédia, cujas influências sonoras abrangem o mundo da electrónica, uniram-se pela enorme vontade de envolver estes dois universos.
As primeiras sonoridades de MPLUS começaram a ganhar forma em Outubro de 2014: uma guitarra elétrica num ambiente dotado de texturas sintetizadas, uma voz penetrante e um ritmo envolvente, dão vida ao duo.

https://soundcloud.com/mplusbandmplusband


Liane - "Fogo-fatuo"


Liane - "Colibri"


www.lianemusic.com

sexta-feira, maio 06, 2016

Reedicao da discografia completa dos Pink Floyd a partir de 3 de junho


PINK FLOYD

EDIÇÃO DA DISCOGRAFIA COMPLETA DOS PINK FLOYD EM VINIL
PELA PRIMEIRA VEZ EM MAIS DE DUAS DÉCADAS

No dia 3 Junho de 2016, a Pink FloydRecords iniciará a reedição de toda a discografia dos Pink Floyd em vinil pela primeira vez em mais de duas décadas. Os quatro primeiros discos serão ‘The Piper at the Gates of Dawn’, ‘A Saucerful of Secrets’, a banda sonora do filme ‘More’e o duplo LP ‘Ummagumma’. A Pink Floyd Records iráreeditar a discografia em vinil ao longo deste ano, com as datas de edição a serem previamente anunciadas a intervalos regulares. Actualmente, todos os discos dos Pink Floyd estão disponíveis em CD, em formato digital e na maior parte das plataformas de streaming.

A arte gráfica das edições originais será replicada com um cuidado especial. O primeiro conjunto de discos, masterizados por James Guthrie, Joel Plante e Bernie Grundman serão prensados em vinil de 180 gr. para garantir uma qualidade de som óptima.

Os Pink Floyd, constituídos por Syd Barrett, Roger Waters, Rick Wright e Nick Mason, entraram na cena musical em 1967, com o single de grande sucesso ‘Arnold Layne’. Apesar da partida de Syd Barrett, a banda, que passou a incluir David Gilmour, gravou alguns dos discos mais inovadores e vanguardistas da época, culminando, em 1973, com um dos álbuns mais vendidos de sempre, ‘The Dark Side Of The Moon’.  Seguiram-se numerosos álbuns que alcançaram o 1º lugar das tabelas de vendas em todo o mundo como ‘The Wall’, ‘Animals’, ‘Wish You Were Here’, ‘The Final Cut’ e o mais recente, ‘The Endless River’, em 2014.

As edições da Pink Floyd Records serão produzidas e distribuídas pela Warner Music para o Reino Unido e Europa e pela Sony Music para a América do Norte e resto do mundo.

Max Lousada, presidente e CEO da Warner Music UK, disse: “Orgulhamo-nos de continuar a apoiar uma das maiores e mais influentes bandas do mundo. É um capítulo novo e entusiasmante na nossa longa parceria com os Pink Floyd e estamos desejosos de trabalhar com eles na preservação da sua obra notável”.

Rob Stringer, presidente e CEO da Columbia Records, disse: “Orgulhamo-nos de continuar a longa relação, na América do Norte e não só, entre a Columbia Records e os Pink Floyd. Estamos entusiasmados em trabalhar com a banda no seu incrível legado musical.”


www.pinkfloyd.com