sexta-feira, setembro 30, 2011

EXPENSIVE SOUL EM FARO 1 de Outubro | Teatro Municipal de Faro | 22h00


Os EXPENSIVE SOUL compostos por Demo e New Max, foram recentemente nomeados para os prémios MTV Europe Music Awards na categoria de BestPortuguese Acts, e são uma das bandas do momento.

O “Amor É Mágico” single de avanço do seu mais recente trabalho UTOPIA, tomou de assalto as rádios nacionais e desencadeou uma série de pedidos para espectáculos que resultaram em actuações da banda um pouco por todo o País.

O próximo concerto agendado vai ter lugar dia 1 de Outubro em Faro, pelas 22h00 no Teatro Municipal, e os EXPENSIVE SOUL prometem uma noite de glória onde vão pôr toda a gente a dançar.

Os EXPENSIVE SOUL são a primeira banda a arrancar com a tour Seat Live Concerts, um conceito que vai levar 5 artistas escolhidos por 5 cidades diferentes sempre com o apoio da Rádio Comercial.


Bilhetes à venda em www.ticketline.pt e nos locais dos espectáculos

Preço único 10€

THE ROLLING STONES - Brown Sugar (Live)

Rolling Stones - I Wanna Hold You - Live '98 Bremen

Sheryl Crow - If It Makes You Happy

sexta-feira, setembro 23, 2011

Albert Collins - If trouble was money

OS TORNADOS ao vivo no MUSICBOX | Apresentação do EP "DINAMITE!" | Este Sábado às 23:30h



Dia 24 de Setembro, pelas 23:30h, Os Tornados - depois de uma ausência de 3 anos nos palcos lisboetas – apresentam, no Musicbox, o seu recente EP, "Dinamite!"





“Os Tornados têm uma geopolítica muito lá de casa: são uns desalinhados que calcorreiam o país da música a olhar para o carreiro, a ver o que vai passando.



A estratégia – se a é – pode parecer agrilhoá-los, mas o certo é que o resultado denota uma admirável liberdade, consciente, deliberada e expansiva, que lhes confere uma personalidade pouco comum nos constantes regressos ao futuro. Twist do contrabando, o álbum de apresentação, revelou a capacidade que Os Tornados têm em fazer renascer o rock n’ roll estival dos idos de 1950 e 1960, sem a complacência das revisitas. Indulgências são dadas aos fracos – eis legisladores das canções! Eis dominadores do saber! Eis os descontraídos e os independentes! Que se faça saber por meio desta circular. E que se conheça sob a égide de"Dinamite!", EP explosivo – mas fresco – destes portuenses que andam a espalhar o perfume da fruta pelos palcos.” ©Musicbox




| Reviews EP "Dinamite!"|



“A banda mais cool de Portugal.” – in Canal Q - Nuno Markl



“Decididos em recuperar o espírito dos primórdios do rock & roll, Os Tornados, 6 músicos do Porto, investem agora numa peça da época: um 7 polegadas em vinil com 4 temas vibrantes que serão também distribuídos gratuitamente através da internet. “Dinamite!” é o nome do disco editado pela própria editora da banda: a Bronca! Discos. Mais explosivos que nunca, Os Tornados na Portugália.” – in Antena 3 - Henrique Amaro



“A pop nem sempre é para todos. Mas de vez em quando, lá vem alguém lembrar que já o foi e que pode voltar a sê-lo. Feita à medida de quem coloca o prazer à frente do rótulo. E também de quem, vindo de outras eras, remata a audição de Chantays, Surfaris ou, mesmo, de Shadows com o lamento de que “já não se faz isto”. Sim, de rock puro e duro se trata. Sem corantes nem conservantes. Mas de uma variedade particular e de um tempo muito específico. Na verdade, a tão salutar quanto meteórica ação do sexteto do Porto evoca o período que mediou entre o rock´n´roll e o brit-beat. Ou seja: um mundo elétrico de guitarras à solta sem lugar para a ambiguidade... No grupo do Porto, conta sobretudo a intenção e, no fim, fica a prova irrefutável de savoir faire no mais importante: como tirar o máximo partido das ferramentas primitivas do rock (glorioso órgão incluído) e voltar a fazer deste uma aliciante realidade capaz de vencer a divisão fictícia e de se erguer acima do gosto pessoal.” – In Expresso – Ricardo Saló.



“A virtude d´Os Tornados, conforme se ouvia no álbum de estreia Twist do Contrabando, reside na combinação equilibrada de expansividade e rigor na recriação de um período específico do passado pop. Sem carregar no humor pateta, nem no kitsch... É o que volta a acontecer no novo EP, com destaque para o tema título…" In Time Out - Jorge Manuel Lopes



“Destacam-se o yé-yé d'Os Tornados, a banda de baile mais rock'n'roll que os anos 1960 portugueses não conheceram…" - In Ípsilon



“Ganhámos uma banda que nos permite perder num passado que já não volta, mas que vale a pena recordar de vez em quando. Vistam o vosso melhor fato, os Tornados vieram para ficar e mostram que não são uma banda de apenas uma longa, esta é a primeira curta – e é bastante recomendável.” – In Rua de Baixo



“En Limodre a música soa distinta. Un estilo inclasificable estableceu unha inexplicável conexión entre Os Tornados e o público. O que engancha de tocar no Felipop é a melodía e o sentimento, e por iso, o grupo de Porto logrou que às raparigas lle tremaran os “presuntos”. – In Radiofuson

HÁ LUTA NO CAIS * HOMENS DA LUTA * Concerto Grátis * 23 Setembro



HÁ LUTA NO CAIS * HOMENS DA LUTA * Concerto Grátis * 23 Setembro (6ª feira) no Cais do Sodré

MIGUEL GIZZAS



Autor, compositor e intérprete, dá letra, música e voz ao seu próprio disco "Tempo Ganho". Tempo que conquistou enquanto esperava por alguém, nos seus momentos de lazer, num aeroporto, ou numa estação de comboios. Nestes tempos, que poderiam facilmente ser perdidos, Miguel puxava do pequeno caderno de bolso e escrevia os rascunhos que deram agora origem ao seu primeiro CD, que chegou ao 3º lugar do top de vendas nacional.

Miguel Gameiro com disco de ouro



Clicar na imagem para melhor leitura.

sábado, setembro 17, 2011

Taxi - Sozinho

192 mil visitas neste blog


Águia-de-asa-redonda (Milhafre)

Já vi várias vezes, mas hoje numa vindima em Santa Comba (Sobreira) vi duas à porrada em pleno voo (provávelmente uma teria "tacho" nas patas)

Simplesmente espetacular!!

quarta-feira, setembro 14, 2011

Novo disco de João Só

JOÃO SÓ E ABANDONADOS

“Ela Só”

João Só prepara-se para editar o seu segundo álbum de originais, “Ela Só”, no dia 10 de Outubro, com edição da Arthouse.

João Só apresenta-se com uma sonoridade pop / rock mais madura e coesa, sem nunca desistir da canção como o elemento central da sua música. A sua escrita é na verdade a sua principal arma e a forma inteligente como usa a língua portuguesa faz dele um dos mais destacados compositores da sua geração.

As 14 canções que compõem “Ela Só” traduzem o seu talento único na perfeição.“Fogo” é o single de apresentação que já roda nas rádios nacionais.

Produzido pelo próprio João Só em parceria com Nelson Carvalho e gravado nos Estúdios Valentim de Carvalho, em Paço de Arcos, “Ela só” conta com a colaboração especial de Zé Pedro, dos míticos Xutos e Pontapés e da revelação Frankie Chavez, sendo, seguramente, um passo em frente na consolidação dum dos mais promissores escritores de canções da nova música portuguesa.

Enviem notícias de musica:

musicaportuguesa1@sapo.pt (Vasco)

rmmoreira@sapo.pt (Rui)

segunda-feira, setembro 05, 2011

Míticos ZEN em Corroios



A banda portuense está de volta e dia 9 será com certeza um dos concertos do ano.
A primeira parte está a cargo dos The Antic Groove. http://www.myspace.com/theanticgroove

Os bilhetes são 10€ em pré-venda ou reserva por e-mail. No próprio dia custarão 13€.

Podem comprar directamente na Carbono da Amadora ou reservar pelo e-mail: carc.prod@gmail.com

quinta-feira, setembro 01, 2011

Hard Club_ Programação de Setembro

MÚSICA

SEX 09 SET

1BANDA = 1EURO

OLD GUN | KONGULARY’S | THE DIRTY LITTLE BASTARDS | MESS

Sala 2 > 22:00 > 4,00 EUR



É uma noite de puro rock’n’roll que abre o ciclo “1Banda = 1Euro”, nesta nova fase apadrinhado pela Timezone, marca de streetwear interessada em impulsionar jovens bandas em ascensão, como é o caso dos Old Gun, a dar cartas há algum tempo pelos palcos. Os Kongulary's, vencedores do Maia Sessions 2011, praticam um rock mais clássico e com atitude e os Mess, formados apenas em Janeiro deste ano, continuam a dar que falar pela energia que debitam em palco, praticando um rock capaz de roçar sonoridades mais intensas. Os The Dirty Little Bastards são só dois, mas suficientes para debitarem boas vibrações, servindo-se apenas de Bateria e guitarra baixo para debitarem o seu rock de influências nos blues, rock’n’roll sujo e psicadélico.





MÚSICA

SEX 16 SET

1BANDA = 1EURO

FINA FLOR DO ENTULHO | THE FINES | 8 CRAZY FACES | DESTRUCTION EVE

Sala 2 > 22:00 > 4,00 EUR



A segunda edição do ciclo 1Banda = 1Euro apresentada pela Timezone e pelo Hard Club traz-nos mais uma completa proposta. Os Fina Flor do Entulho formaram-se no final de 2008 por dois dissidentes que são, verdadeiramente, o núcleo desta banda: armados com guitarras a destilar distorção, Daniel vocaliza a revolta enquanto Tiago inventa novas formas de disparar o bacamarte eléctrico! Rock em português, sem truques, com vontade de experimentar novos caminhos, transformando cada concerto num momento único e irrepetível! E, por isso, a não perder!





MÚSICA

SÁB 17 SET

ESTE É O MEU JAZZ

SEXTETO DE MÁRIO BARREIROS

Sala 1 > 22:00 > 10,00 EUR (plateia em pé) / 12,50 EUR (plateia sentada)



Mário Santos sax tenor e clarinete baixo

José Pedro Coelho sax tenor / sax soprano e flauta

José Luís Rego sax alto e soprano

Pedro Guedes piano

Pedro Barreiros contrabaixo

Mário Barreiros bateria



A música e o músico são indissociáveis em Mário Barreiros, que viveu a música como baterista cujo mérito lhe permitiu integrar formações de relevo no panorama do jazz português, nomeadamente com Maria João, António Pinho Vargas ou Mário Laginha. Em 1994 deu forma ao seu sexteto com o objectivo de obter uma sonoridade dinâmica e contrastada que utilizasse a improvisação para retirar o maior proveito da potencialidade dos músicos.

Hoje, a paixão pelo jazz volta ao primeiro plano e o Sexteto reaparece com um repertório alargado de temas originais. O regresso aos palcos, depois de uns anos de pausa, faz-se na rentrée do ciclo “Este é o Meu Jazz”, sem dúvida uma oportunidade a não perder.





MENU JAZZ 12€

Entrada, escolha à la carte, copo de vinho, café.



Old Jerusalem com novo disco em Setembro



Clicar na imagem para aumentar.

Há Alma -Cambodja