sábado, outubro 31, 2009

Ecrã da TV



Ordem do dia:
"O entusiasmo é a maior arma do Sexo e do Humor". (É a última que invento e não adianta pedirem mais).

Reencontro de amigos de Liceu

O melhor que há na vida é perdoar (...mas nem sempre...), sem dúvida que sim!
Encontrei dois antigos colegas de liceu.
O Francisco, bom pianista, que animava as festas dos aniversários na praça do liceu (agora funcionário de uma empresa de telecomunicações). Dizia que o maior ídolo dele era o Mário Zizirini (nunca ouvi falar deste! Quem sera?!).
A Sónia, 31 anos, sempre bonita, a musica nunca foi nada com ela. "Sou doméstica"-Disse Sónia. Falou também "que o sonho dela era ser a dona de um bar" ou coisa parecida que lhe desse independência, já que não conseguiu ter um emprego estável (daqueles que só se arranjam na função pública até aos 25 anos).
Sónia, sempre sorridente, perguntou-me:
-Então e tu conde Drácula? Quando é que "anagalhas"?
-"Ey pá!! Também não se pode pagar sempre!"-Respondi, agradado com o seu sorriso de resposta.

Sónia desde sempre quis ser apresetadora de Televisão, nem que fosse de uma TVnet, mas, por outro lado, também achava-se sentimental de mais para aguentar a pressão social devido à enorme exposição.

Ordem do dia:
"Muitas vezes o arrependimento, é o maior dos nossos desgostos, nesta vida que é uma praça de alegria" (Da minha autoria neste preciso momento).

Para mim, melhor melodia de sempre (até eu escolher outra)

Quem disse que a Mariza e o Lenny Kravitz foram os primeiros a fazerem um dueto Pop/Rock'fado?



Eu sabia que isto ia acontecer! Ou melhor "eu chabia que isto ia acontecher" (como diziam "os outros").

Foi excelente o dueto de Mariza com Lenny Kravitz (por acaso divulguei neste blog), mas não foram os primeiros a fazerem tal junção!!! Nem pensar!!

Mas também não tenho a certeza se foi este vídeo do Herman José (Carlos do Carmo) com o Prince, ou Amália Rodrigues (Joaquim Monchique) com o Bob Dylan (Zé Pedro Gomes).

P.S.»» Vou Procurar no Youtube o vídeo "Amália Rodrigues Vs Bob Dylan."

P.S.2»» "Os Outros" - Fabuloso filme com Nicole Kidman.

Mudança de Planos

Gravei um álbum instrumental simplesmente para experimentar um programa de estúdio.
Não percebia nada de internets nem computadores, muito menos programas.

Ofereceram-me esse programa em cd. E eu a pensar que aquilo valia umas centenas ou milhares de contos.

Nome do álbum »» "Fase 1"
Ano de edição »» 2008 (foi quando decidi editar)
Avaliação dos media: nota 5 para as cinco primeiras musicas e (de) 0 a 10.

Alinhamento:
1-Primeira
2-Segunda
3-Terceira
4-Quarta
5-Quinta
6-Sexta
7-Sétima
8-Oitava
9-Nona
10-Décima

Era um álbum a solo (Vasco Moreira),mas como estas burocracias de edição dão muito trabalho, resolvi ser sempre Gritali em todas as musicas que gravo.
Tinha que mudar o plano!

Ordem do dia:
"O conde Drácula Vai dormir"

Anedota do dia




Já estou a ficar farto disto!
Fui à Casa Crocodilo no Porto, perdi o combóio (mas não o da Régua). Daí ter chamado um Táxi para chegar são e salvo a casa.
E não é que ao chegar aos meus aposentos a vizinha pergunta-me:
-"Disseram-me que foste responder por colocar o logotipo da "Media Capital" no teu blog!"
Respondi de imediato enervado:
-"Olha olha...para já... eu nunca tive "media capital", e de mais a mais venho é directamente da "Prisa", sua ..."

P.S.»» Não é ordem do dia, mas inventei mesmo agora.

sexta-feira, outubro 30, 2009

Mais uma vez Quim e Zés (enganei-me outra vez)



Hoje estáva a chegar a casa e ouvi uma senhora que estáva de passagem e me pergunta:
"Foi pelo senhor que o iu tuve copiou a expressão "e muito mais" do perfil do seu BMP?"
E eu prontamente lhe repondi, obviamente: Não faço a minima ideia minha senhora...

Aconselho a leitura deste blog de baixo p'ra cima, mas primeiro de cima p'ra baixo p´ra não parecer mal, mas os últimos posts é aconselhável ler...

Quando eu era chavalito (atenção que ainda não é o meu livro "A taberna dos pensamentos!!),fui eu e o Jorge Cardeal (brevemente em entrevista no BMP) a uma casa de Gajas.

A conversa estáva animada na mesa, enquanto o Cardeal se entertia com a sua nova amiga, eu com a minha amiga (muito bonita por sinal) também tinhamos uma conversa saudável!
Fiz-lhe uma observação: "És muito bonita de cima p'ra baixo (tinha as "TETAS" grandes).
Ela respondeu-me: "e de baixo p´ra cima também".
Eu respondi:"mmmmmmmmmmmmrealmentemmmmmmmmmmmmmmmmmmmmm!"

P.S.»» Não vale dizer mal deste mini-contóanedota! Mas atenção! As gajas "nunca mais as vimos" por isso não podemos dizer os nomes delas, mas os nomes das personagens são reais: VASCO MOREIRA E JORGE "CARDEAL" NAS CASAS DE GAJAS (dáva um bom título deste futuro pseudómini-anedota do livro "A taberna dos pensmentos.)

Título do livro:"A taberna dos pensamentos"
Autor: Vasco Moreira
Ano de edição: Quando eu quiZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZer.
Estilo: Filosofia humorística (de preferência a trabalhar")

AHHHHHHHHHHHHHHHHHHAAAAAAAAAAAHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHInveInventei agora!

Moral do conto:
Quem paga pode!
Ou então como tenho em todos os meus perfis: "A sedução é um pretexto para se ter sexo" (Inteiramente da minha autoria!).

P.S. da moral do conto: Estou a pensar sériamente em fazer um filme de "pornografia humorística" quando eu tiver 97 anos.


O(s) Quim Zés que me desculpem, mas não podem copiar mais esta.

A verdadeira história do capuchinho vermelho

Estáva eu a sair de uma obra na Maia (uma espécie de centro comercial que podia estar a inventar mas é a mais pura das verdades) onde de vez em quando vou trabalhar (quando não estou na oficina da empresa PMP de onde sou funcionário há 6 anos). E sou interrogado por uma menina de 14 anos que me pergunta:

»»M.14 anos-Sr.Gritali, porque é que decidiu agora ser o verdadeiro conde Drácula?

»»Vasco Moreira-Antes de mais, não sou senhor. Tenho 31 anos e sou solteiro, mas podes continuar...

»»M.14 anos-...

»»Vasco Moreira-Desde pequenino que a minha personagem preferida dos filmes era (e é) o Famoso conde, daí colocar os posts dos vampiros e do Conde Drácula, mas essencialmente para rir, coisa que adoro, mas em pequeno ria-me sempre tanto que aos 17 anos, quando fui trabalhar para uma fábrica de móveis (para comprar a minha primeia guitarra de 28 contos) achei que tinha de me controlar nos sorrisos, pois já era uma pessoa adulta. Mas gosto muito de fazer rir e de preferência uma mulher bonita/do meu agrado.

»»P.S./à parte-Achei que estáva a navegar nas horas do pacífico.

»»M.14 anos-Vai embora de Táxi?

»»Vasco Moreira-Mais depressa "Escrevia e Musicáva" o mais recente registo dos Táxi.

»»M.14anos-É verdade que é mulherengo?

»»Vasco Moreira-Como qualquer um. E até te digo mais, já tive uma namorada de dois dias intercalados com outros dias que não era namorado e um dos dias que era namorado e no fim de uma boa queca ela cantava uma musica que eu não conhecia (e apercebu-se disso) e me disse com sotaque Africano: "Musica da minha Terra". E eu decidi! Um dia vou ter um BM(o teclado tem um virus)
Mas olha menina: Vai dormir que o teu mal é sono!

P.S.»» E eu fiquei a pensar "Ela deve ser maluquinha".

Ordem dia:

"Mas deixem-me ficar por aqui que eu não sei o que ela ficou a pensar de mim.

Brevemente o BMP estará musicado outra vez.

P.S.2»» Segunda ordem do dia:
"Quando me controlam, eu também posso controlar"
Mas como pode ser mentira ou podia ser mentira mas não é....vou pegar ao trabalho...se não...ainda sou despedido.

Um abraço a todos!

quarta-feira, outubro 28, 2009

Quem vai ser o próximo Rei de Portugal?


Vou fazer tudo por tudo para que nas próximas eleições nacionais para Rei vitalício de Portugal eu consiga vencer por maioria absoluta.

Peço aos Portugueses!! Pois eu é que sou o descendente da monarquia com o blog mais fixe do mundo inteiro!!

Desisti de me tornar militante do PPM.

As melhores imagens da net: Vampiros


Vampiros


Ontem vi no JN que a SIC vai fazer uma série de vampiros também. Concurrência à TVI??

De qualquer maneira, é de louvar! Só não sei porque é que o inventor de vampiros e do conde Drácula não os colocou a fazer sexo. Eles só dormem de dia e bebem sangue. Já está bem na horinha de fazer um casal de vampiros em cenas eróticas. Eles também têm direito! (Atençao!! Macho com fêmea!! Não há que enganar!)

Tive sempre o sonho de pequenino em ser o conde Drácula. E consegui!

Mais um bocado e ainda voto nas próximas no PPM.

segunda-feira, outubro 26, 2009

Os Textos dos posts

Às vezes aparecem erros neste blog. Puro desleixo meu e de quando em vez carrego em duas teclas do teclado ao mesmo tempo.

Também não sei qual é o problema...

Há coisas na vida bem piores:
-Construir um restaurante e antes de o abrir ao publico, colocar um quadro de uma pintura de um pipo de vinho para se chamar "Adega regional" (e ainda dizem mal das Tabernas, e logo eu que as adoro e de preferência as ..."dos pensamentos").

-Escrever uma frase em Inglês no final de cada artigo.

-Um professor de português que diz que o significado de um poema pode ter várias interpretações e chumba um aluno por não gostar dele.

-Um idoso chamar "mulherengo" a um jovem por gostar de ...e vinho verde.

Mas voltando ao que interessa, e como gosto muito de ler, vou abrir o livro "Contos exemplares" pela segunda vez.
"Reler" o único livro que li até hoje. Pode ser que deixe de carregar às vezes em duas teclas ou mais.
Mas continuo a dizer: leio e gosto de ler.

P.S.»» É preciso ter uma autorização dos caçadores para se poder abreviar palavras nas mensagens dos telemóveis.

4 Sixties





Tocam versões dos anos 60 de bandas conceituadas. Este tema dos Shadows é de se lhe tirar o chapéu!

Agradeço a divulgação!

Honeyboy Edwards and Les Copeland AWESOME delta blues 2004

domingo, outubro 25, 2009

David "Honeyboy" Edwards 2/23/07

David "Honeyboy" Edwards - That's All Right

Alterar tamanho do player Assista a este vídeo em uma nova janelaHoneyboy Edwards at WBEZ Chicago Public Radio

Ron Wood »» "The power of bêbada"

Keith Richards »» "The power of Bêbada"

Keith Richards radical

Keith Richards & Friends ao vivo

Rolling Stones com Guitarristas dos ACDC na Austrália

Pirata Keith Richards

Armando Caldas (AC?) no Hi5



Recebi mesmo hoje o pedido de amizade no Hi5 de AC? ou Armando Caldas. Fiz logo questão de fazer esta referência aqui no BMP.
Armando Caldas é médico de profissão, musico e promotor musical também. Para além da música que faz, tem um estúdio, já organizou várias compilações de bandas de braga com destques no Jornal Público e JN entre muitas mais actividades dentro da musica.

Em 2003 seleccionou GRITALI & OS TRATANTES para um evento em Viana do Castelo, no qual cancelamos a nossa paticipação por um acidente de viação (mas não morremos!).

Visitem o website deste musico em www.arteinweb.com

quinta-feira, outubro 22, 2009

Novo vídeo dos Karpe Diem

Os 3 Marias ao vivo

Os Corvos em Braga


Os CORVOS vão actuar no próximo Sábado, dia 24 de Outubro, às 21.30 ao Theatro Circo em Braga.

O espectáculo inserido nas comemorações do dia do Exército irá ser em conjunto com a Banda Sinfónica do Exército.

Relembramos que este espectáculo tem esgotado em todos os locais por onde tem passado.

Por isso não percam a oportunidade de assistir a um excelente espectáculo.

QUARTETO MODERNO



O excelente projecto musical QUARTETO MODERNO vai apresentar-se ao vivo nos Recreios da Amadora no dia 23 de Outubro às 21.30 .



SINOPSE



O Quarteto Moderno nasceu em 2006, com o objectivo de recuperar canções portuguesas dos anos 50 e 60, à luz de uma roupagem jazzística que conserva o ambiente e alguns dos ritmos que lhes deram origem. Ferrer Trindade, Frederico de Brito, Alves Coelho Filho, Jerónimo Bragança e Nóbrega e Sousa, são alguns dos autores destas canções, imortalizadas nas vozes de Francisco José, Madalena Iglésias, Luís Piçarra e Simone de Oliveira, entre outros.





ELEMENTOS


JOÃO DAVID ALMEIDA | voz



Nasce em Lisboa em 1982. Começa a estudar música aos 9 anos, com aulas de guitarra e, mais tarde, de canto. Desde cedo integra, como guitarrista e vocalista, diversos agrupamentos musicais, explorando sobretudo a ligação entre a música e a palavra.

Actualmente, concluída a licenciatura em Jornalismo, prossegue a sua formação em canto com Margarida Marecos, bem como na guitarra clássica e jazz, com Paulo Amorim e Mário Delgado. Em simultâneo, para além das apresentações a solo, participa como músico e intérprete em vários projectos ligados às canções em português.

Entre os músicos com quem já teve oportunidade de trabalhar encontram--se Jorge Reis, Sebastian Scheriff, João Paulo Esteves da Silva, Rafael Fraga e Bruno Pedroso, entre outros.





BRUNO CAMPOS | piano



Nasce em Lisboa, em 1983. Em 2004 inicia formalmente os seus estudos musicais na escola de música do Hot Clube de Portugal, curso de piano. Paulo Barros, Rui Caetano, Filipe Melo e Ana Araújo foram os seus professores. Em 2006 ingressa na Escola Superior de Música de Lisboa para o curso de Formação Musical e Direcção Coral.

Antes e depois do início da sua formação teve oportunidade de actuar, a solo ou em grupo, em alguns projectos ligados à área do jazz e da canção.

Da parceria musical com João David Almeida surgiu a ideia do “Quarteto Moderno”. Esta parceria foi também responsável por grande parte da sua aprendizagem sensorial sobre as qualidades do som, antes de 2004.







MIGUEL MENEZES | contrabaixo

Nasce em Leiria em 1978, mas cedo vai viver para Lisboa. Inicia os estudos musicais com a Mãe, ao piano. Passa pelo violino e pela guitarra, decidindo-se mais tarde e definitivamente pelo contrabaixo como instrumento de eleição. Então, ingressa no Conservatório Nacional de Música, em Lisboa, onde estuda com Manuel Rêgo. Passa pelo Hot Clube de Portugal onde tem aulas com Nelson Cascais. Ainda frequenta a Trinity College of Music, onde estuda com Corin Long. Presentemente, está a terminar a licenciatura em Música, na Escola Superior de Artes Aplicadas em Castelo Branco.









ANDRÉ MOTA | bateria



Nasce em Lisboa em 1986. Inicia os estudos musicais em 1997 na escola Musicentro, em Lisboa, onde elege a guitarra como instrumento. Quatro anos após esta escolha decide optar pela bateria, passando a ter aulas na mesma escola com Zé Moreira. Aos 17 anos ingressa na escola do Hot Clube de Portugal, onde tem a oportunidade de estudar com Henry Sousa, Bruno Pedroso, Nelson Cascais, André Fernandes, Afonso Pais, Filipe Melo, entre outros. Estudou ainda com Michael Lauren, Jim Black, e Alexandre Frazão. Em 2006/07 e apenas por essa temporada, aventura-se noutros campos, juntando-se ao Coro Jazz do Conservatório Nacional de Música de Lisboa, com o qual participa na 5ª Festa do Jazz do São Luiz, em Lisboa, arrecadando com este colectivo, o “Prémio Reconhecimento”. Actualmente, para além do percurso musical, frequenta a licenciatura em Arquitectura na Universidade Lusíada de Lisboa.









REPERTÓRIO



TONY AMARAL

- Noites da Madeira

JERÓNIMO BRAGANÇA / NÓBREGA E SOUSA

- Ana Paula

- De degrau em de grau

- Encontro às dez

- Não, não e não

JERÓNIMO BRAGANÇA / FERNANDO DE CARVALHO

- Romance de solidão

JERÓNIMO BRAGANÇA / LUÍS GOMES

- Canção do Relógio

CARLOS CANELHAS

- Ana Maria

CARLOS CANELHAS / ANTÓNIO JOSÉ

- Canção das mãos vazias

- Sensatez

JORGE COSTA PINTO / ANTÓNIO JOSÉ

- Não sou de ninguém

ALVES COELHO FILHO

- Cartas de Amor

- Quatro palavras

- Que me importa

- Tu e somente tu

ALVES COELHO FILHO / GRACIETE DE VASCONCELOS

- Como é bom gostar de alguém

JOÃO NOBRE

- Caminho errado

JOÃO ANDRADE SANTOS / Mª MANUELA DE MOURA SÁ TELES SANTOS

- Minha luz brilhou

FERRER TRINDADE / FREDERICO DE BRITO

- Amor de sonho

FERRER TRINDADE / ARTUR RIBEIRO

- Cha cha cha em Lisboa

Luis Jardim nas percursões com Robbie Williams


O concerto de Robbie Williams inserido nos BBC's Electric Proms e no qual o Português Luis Jardim participou foi um êxito.



3.000 pessoas esgotaram o recinto e cantaram e dançaram ao som dos novos temas de Robbie Williams e também dos antigos.



Este foi o Set list:

· Bodies

· Morning Sun

· Come Undone

· Blasphemy

· Starstruck

· Feel

· I Will Talk and Hollywood Will Listen

· Supreme

· Deceptacon

· No Regrets

· Won't Do That

· You Know Me

· Angels

· Millennium

· Video Killed the Radio Star

·

Luis Jardim foi apresentado por Robbie Williams da seguinte forma : “From Portugal, the legendary Luis Jardim in the percussions”

Ibéria no MusicBox



www.myspace.com/iberiaband

Ajudar a manter um site importante



Recebi um email com este assunto para divulgação:


O Instituto do Cancro da Mama está com uma importante campanha.
Cabe a nós atendermos sua solicitação e ampará-lo, pois se depender do Governo será o seu fim!!!
Vamos manter o site do cancro da mama? Não custa nada.
O site do cancro da mama está com problemas pois não tem o número de acessos e cliques necessários para alcançar a quota que lhes permite oferecer uma mamografia gratuita diariamente a mulheres de baixo rendimento.
Demora menos de um segundo ir ao site e clicar na tecla cor-de-rosa que diz 'Campanha da Mamografia Digital Gratuita'.
Não custa nada e é por meio do número diário de pessoas que clicam, que os patrocinadores oferecem a mamografia em troca de publicidade.
Clicar no título deste post.



--
O segredo para viver em paz com todos consiste na arte de compreender cada um segundo a sua individualidade...

sábado, outubro 17, 2009

VICTOR NUBLA + Abdul Moimême, Bruno Parrinha e João Pedro Viegas no Auditório do Goethe Institut Lissabon, Lisboa

OffCycle#2/2009

VICTOR NUBLA + Abdul Moimême,

Bruno Parrinha e João Pedro Viegas



Auditório do Goethe Institut Lissabon, Lisboa

dia 29 de Outubro, às 21h30

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

Ciclo Granular no PerFormas - Auditório do Estúdio PerFormas, Aveiro

dia 31 de Outubro, às 22h

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

Produção Granular Apoio Goethe Institut Lissabon e Estúdio PerFormas

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::



Victor Nubla (clarinetes soprano e baixo eléctricos)

Abdul Moimême (clarinete soprano)

Bruno Parrinha (clarinete alto)

João Pedro Viegas (clarinete baixo)



Figura de culto da música criativa de Barcelona (foi um dos fundadores de um grupo

pioneiro do noise internacional, Macromassa), Victor Nubla vem desde a década

de 1970 desenvolvendo um híbrido musical com elementos de improvisação livre,

minimalismo, rock pós-industrial, krautrock e punk. Com actividade igualmente

no domínio do “sampling” em tempo real e da electrónica, os seus instrumentos

principais são, no entanto, os clarinetes, que utiliza electrificados ou munidos

de microfones de contacto, muitas vezes com ligação a processadores de efeitos.

Com ele estão três portugueses que têm dado uma atenção especial a algumas

das variantes da família dos clarinetes, Abdul Moimême (soprano),

Bruno Parrinha (alto) e João Pedro Viegas (baixo). Funcionam como um

“coro” de madeiras, mas cada um deles e todos interage(m) também com

o músico convidado de forma activa, desafiante e armadilhadora.



:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

Goethe-Institut Portugal | Campo dos Mártires da Pátria, 37 | 1169-016 Lisboa

Entrada: 5.00€ (2.50€ sócios granular) | M/6 | www.goethe.de

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

Estúdio PerFormas | Largo do Mercado, 1, 3800 – 223 Aveiro

M/6 |Bilhetes - 3.00€ (sócios extraordinários) | 5.00€ (sócios efectivos) | 10.00€ (não sócios)

Tel. 234 192 331 | www.performas.org | fonseca@performas.org

quinta-feira, outubro 15, 2009

SAMUEL ÚRIA NA PRIMEIRA PARTE DE JOHN VANDERSLICE NO SANTIAGO ALQUIMISTA



A primeira parte da aguardada actuação de John Vanderslice no Santiago Alquimista, dia 23 de Outubro, vai ficar a cargo do nómada baladeiro, Samuel Úria. Numa altura em que muitos salivam pelo longa-duração do tondelense, ele junta-se ao norte-americano para uma noite devota às palavras.

Samuel Úria, nome artístico de Samuel Úria, viveu nos últimos anos por Coimbra, Leiria, Figueira da Foz ou Évora, cidades que de bom grado lhe acolheram a inspiração. É, contudo, a eterna Tondela natal que lhe está presente na voz e nas canções: o humor castiço, a loquaz despreocupação, os blues campesinos, o grande espaço dos pequenos sítios.

Um dos pais fundadores da profícua FlorCaveira, o trajecto musical de Samuel Úria passa pelos discos e concertos, em nome próprio, pelo punk-rock vintage, dos Velhas Glorias, e pelas filarmonias, de Os Ninivitas.

SANTIAGO ALQUIMISTA (23 DE OUTUBRO)
ABERTURA DE PORTAS * 20H30
SAMUEL ÚRIA * 21H30
JOHN VANDERSLICE * 22H30

Gaz e Beco Club apresentam:


Mr. MITSUHIRATO [DJ SET]





Sábado, 17 Outubro 2009 – 22.30h

BECO Club – Alcobaça







NUNO LOPES

NUNO LOPES é sobretudo conhecido enquanto actor, não só por participar na série da RTP “Contemporâneos” mas também por ter ganho o Globo de Ouro de Melhor Actor este ano. No entanto, ultimamente tem experimentado a actividade de djing e muita expectativa tem criado. Esteve presente nos Festivais Optimus Alive e Paredes de Coura deste ano e já actuou nas principais salas do país. Vem pela primeira vez a Alcobaça e o espectáculo que dá quando está de volta dos pratos não é se para perder.

http://www.myspace.com/nunolopes





Mr. MITSUHIRATO

Mr. MITSUHIRATO foi director da revista de música Mondo Bizarre, uma das mais importantes revistas de música existentes em Portugal durante a primeira metade deste século. Actua regularmente nas principais salas do país como o LUX, MusicBox, Cabaret Maxime, Passos Manuel e esteve também presente no Festival Optimus Alive deste ano.

http://www.myspace.com/mitsuhirato





A sessão começa às 22.30h com EL MARIACHI que fará o aquecimento para uma noite que certamente ficará para a história!!





www.myspace.com/becoclub

www.myspace.com/gazproducoes

Muddy Waters p'ra descontrair



Nada melhor que um blues de Muddy Waters para se ouvir (e tocar) antes de actualizar este blog.

segunda-feira, outubro 12, 2009

Blind Charge »» Agenda

Concerto de Júlio Resende Quarteto na apresentação do novo disco


É já na próxima quinta-feira dia 15 de Outubro que Júlio Resende apresenta o seu último trabalho em disco " Assim Falava Jazzatustra".
Editado pela Clean Feed, este seu novo disco conta com a participação especial de Manuela Azevedo do Clã, Perico Sambeat e Ole Vagan. No entanto, Júlio Resende irá apresentar na LX Factory o disco acompanhado pelos seus companheiros de sempre: João Custódio, Desidério Lázaro e Joel Silva. O concerto começa por volta da 22h30.

Ficha técnica:

Concerto: Assim Falava Jazzatustra
Artista: Júlio Resende Quarteto
Local: Lx- Factory | Lisboa
Data: 15 de Outubro de 2009
Hora: 22h30
Preço: €5,00

Bio:

Nascido em Faro, começa a tocar piano aos quatro anos de idade. Mais tarde, inicia os seus estudos clássicos no Conservatório Maria Campina, com a professora de piano Oxana Anikeeva (que actualmente é colaboradora externa do corpo docente da Universidade de Évora) e o professor de formação musical, Paulo Cunha. Não nasceu para intérprete clássico, pois é-lhe difícil tocar uma peça sem ter vontade de improvisar. Assim, inicia os seus estudos de Jazz em 2000 com o contrabaixista e pedagogo Zé Eduardo. Posteriormente muda-se para Lisboa, estudando com Rodrigo Gonçalves, Pedro Moreira e Mário Laginha.
Em 2003 foi seleccionado para a 1ª Big Band Nacional da Juventude, projecto conjunto do Hot Clube de Portugal e Ministério da Cultura que pretendeu seleccionar os melhores jovens músicos nacionais (até aos 30 anos) a fim de realizar uma Tournée pelo país. Posteriormente fez o curso da Escola do Hot Clube de Portugal e foi chamado a integrar o Ensemble do Hot Clube, formação que tem o intuito de representar a escola em eventos culturais. Pelo Hot Clube também ganhou o prémio para melhor Combo no âmbito do concurso inter-escolas realizado na Festa do Jazz do Teatro S.Luís em 2005.
Participou em vários workshops internacionais, nos quais trabalhou com professores de prestigiadas Universidades de Jazz dos EUA, como a New School for Jazz and Contemporary Music e a Berklee College of Music: Aaron Goldberg, Gary Versage, Greg Tardy, Matt Penman, Frank Tiberi, Mark Ferber, Jonathan Kreisberg, Omer Avital, entre outros.
Em 2004 desloca-se a Paris por uma temporada à Université de S.Denis, estudando com Yves Torchinsky, Phillipe Michel, Fréderic Saffar e Lillian Dericq (professor da Bill Evans Academy). Em Paris toca em várias formações.
Em 2006, licencia-se em Filosofia pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa.
Ainda neste ano forma o Júlio Resende 4teto, o qual mantém com o intuito de trabalhar composições originais , e com o qual tem vindo a actuar em auditórios e casas de Jazz por todo o país. Gravou o seu primeiro disco em 2007, “Júlio Resende – Da Alma” para a prestigiada editora de Jazz – Clean Feed -, editora de nomes como Mário Laginha, Bernardo Sassetti, João Paulo Esteves da Silva, Gerry Hemmingway, e.o.), tornando-se no mais jovem músico nacional a editar um disco para esta editora enquanto líder. Disco, esse, que foi já considerado um dos melhores discos do ano pela revista “Jazz.pt”, e que tem recebido excelentes distinções, quer pela imprensa nacional, quer pela imprensa estrangeira.
Em paralelo com o seu 4teto tem outros projectos como os “Happennig”- do qual fazem parte Carlos Bica no contrabaixo, João Paulo Esteves da Silva (piano, fender rhodes, acordeão) João Lobo na bateria e Luis Cunha no trombone - e que se destina sobretudo à prática de concertos completamente improvisados; e o “Vânia Fernandes e Júlio Resende 4teto”.
Já tocou com músicos como Bernardo Moreira, Carlos Bica, Maria Viana, André Fernandes, Alexandre Frazão, Carlos Barretto, José Salgueiro, Bruno Pedroso, Pedro Moreira, João Paulo Esteves da Silva, Matt Lester, entre muitos outros.
Em relação à sua actividade docente : Leccionou o curso de Piano-Jazz na Escola JBJazz em Lisboa em 2006/2007. Leccionou também em vários Workshop de Jazz como o Workshop de Jazz do Barreiro e Vila Real de S.António.

domingo, outubro 11, 2009

Miss Lava com novo disco

MISS LAVA lança “ Blues For The Dangerous Miles ” no decorrer deste mês de Outubro.



Depois do lançamento do EP de estreia, os MISS LAVA vão editar o seu primeiro álbum de originais, “ Blues For The Dangerous Miles ” pela Raging Planet.



O trabalho foi produzido por Samuel Rebelo e pela banda, tendo sido ainda misturado e masterizado nos Fascination Street Studios em Örebro pelo conceituado produtor Jens Bogren, conhecido pelo seu trabalho com bandas como Opeth, Katatonia ou Paradise Lost. As gravações foram coordenadas pelo co-produtor Samuel Rebelo e por Ricardo Espinha (Fonzie, Black Sunrise, Miss Lava EP).

Para acompanhar o lançamento do álbum, a banda já filmou um videoclip para a faixa “ Black Rainbow ” nos Estúdios Panavídeo com o realizador Bruno Simões, o qual recebeu vários prémios internacionais com algumas curtas metragens por si realizadas – Festival Sicarm Murcia, Festival Nueva Imagen entre outros – trabalhou ainda nos efeitos visuais dos últimos filmes de Harry Potter e também das Crónicas de Narnia (http://www.imdb.com/name/nm2727124).



O tracklisting final será o seguinte: " Don't Tell A Soul ", " Revolt ", “ Black Rainbow ", " Ain’t Got Time ", " Blues For The Dangerous Miles ", " Shine On ", " The Wait ", " Blind Dog ", " Second Chance ", “ Birth, Copulation And Death ” e " Scorpio ".

Mais informações serão divulgadas oportunamente em www.myspace.com/misslavarock.



Para quaisquer contactos: bands@avantegarde-mngt.com



Entretanto, a banda convida todos a entrarem na viagem durante a “ Tour for the Dangerous Miles ”:

10 Out 2009 - ESPAÇO CELEIROS W/ UANINAUEI, ÉVORA

16 Out 2009 - PORTO RIO W/ PLUS ULTRA, PORTO

17 Out 2009 - ALFA BAR W/ WE ARE THE DAMNED, LEIRIA

5 Nov 2009 - ARCADIA ROCK BAR W/ SPECIAL GUESTS, FARO

6 Nov 2009 - MARGINÁLIA W/ SPECIAL GUESTS, PORTIMÃO

7 Nov 2009 - FNAC GUIA

7 Nov 2009 - BAFO DE BACO W/ SPECIAL GUESTS, LOULÉ

14 Nov 2009 - SIDE B W/ DOLLAR LLAMA + MARBLES, BENAVENTE

27 Nov 2009 - INLIVE W/ MARBLES + WE ARE THE DAMNED, MOITA

28 Nov 2009 - POST BAR W/ WE ARE THE DAMNED + DOLLAR LLAMA, BENFICA

Está aberto o período de recepção de maquetas para o 14º Concurso de Música Moderna de Palmela

Estão abertas até 16 de Outubro (carimbo CTT) as inscrições para a 14ª edição do Concurso de Música Moderna de Palmela. Basta enviar uma maqueta (formato CD, DVD, Mini Disc ou DAT) com três temas originais - duração média entre 3 e 6 minutos - cantados em qualquer idioma e podendo um deles ser instrumental. A maqueta deve ser acompanhada de letras dactilografadas, identificação dos elementos da banda e uma biografia actualizada. Para envio através de correio electrónico, os temas devem seguir em formato mp3, acompanhados de ficheiro Word com as letras e todos os elementos de identificação.

Serão seleccionadas doze maquetas efectivas e duas suplentes. Das efectivas, três serão, obrigatoriamente, do concelho de Palmela. A banda vencedora receberá um prémio de 1500 euros e a melhor banda do concelho, 300 euros. É premiado com 200 euros o melhor tema a concurso, através de votação on-line pelo público.

O Concurso de Música Moderna de Palmela regressa, este ano, ao Pinhal Novo, e decorrerá durante o mês de Novembro, com a apresentação ao público de doze nove projectos da música nacional.

Suportes multimedia, entrevistas, reportagens, presença nas redes sociais, transmissão em directo de cada uma das eliminatórias e a criação de um canal de televisão na internet são alguns dos meios a utilizar, para que os projectos participantes usufruam das melhores condições de promoção e actuação nesta sua passagem pelo concelho.

O Concurso de Música Moderna de Palmela, que há 14 anos dá voz à nova música portuguesa, é uma organização conjunta da Câmara Municipal de Palmela, da Associação Juvenil COI e da RATO-ADCC.



As maquetas ou pedidos de informação devem ser endereçados aos seguintes contactos:



Câmara Municipal de Palmela

Divisão de Acção Cultural

Largo do Município

2951-505 Palmela



cmmpalmela@gmail.com



Mais informação em www.musicamodernapalmela.pt.vu

LUÍS REPRESAS »» PARTICIPA NO DVD DE MARGARETH MENEZES


Nos passados dias 24 e 25 de Agosto, Luís Represas esteve em São Salvador da Bahia, onde gravou a sua participação no novo DVD da cantora baiana Margareth Menezes. Em dueto, interpretaram o tema “Um Caso a Mais”, um original de Represas, que faz parte do último disco de Margareth Menezes – “Naturalmente” – e que é já um sucesso nas rádios brasileiras.



As gravações do DVD decorreram no estúdio do músico Carlinhos Brown e em vários locais da cidade de Salvador. Para além da canção, Represas gravou depoimentos sobre a colaboração com Margareth Menezes, a importância de Mazzola (produtor de referência da MPB) na aproximação dos dois artistas e a sua ligação, praticamente umbilical, com a Terra de Vera Cruz e a música brasileira.



Vale a pena lembrar que Margareth Menezes é considerada um dos nomes maiores da afropop brasileira, referência que já lhe rendeu mais de 20 tournées mundiais e elogios rasgados da imprensa internacional, como o prestigiado jornal Los Angeles Times, apelidando-a de “Aretha Franklin brasileira”.



De referir ainda, que para além de Luís Represas e do baiano Carlinhos Brown, participam no DVD de Margareth Menezes outros grandes nomes da música popular brasileira, como Roberto Mendes e Saul Barbosa.



www.luisrepresas.com

Easyway »» Notícias


Nos últimos dois anos, os Easyway testaram as suas capacidades ao extremo e não só produziram um novo álbum, como se aventuraram numa longa metragem.



LAUDAMUS VITA, o novo disco e filme, testemunham a extraordinária força de vontade e de trabalho da banda.



Eles escreveram o guião, produziram, filmaram e editaram este projecto, com o apoio de um enorme número de profissionais que cederam o seu tempo, sabedoria e experiência para tornar possível este feito inédito em Portugal.



The Viewer, o primeiro single, é um dueto com Sarah Bettens (K’s Choice) e chega ao público hoje, em apresentação exclusiva Antena 3 e MTV.

Ur MA - concertos



Plano B (Rua Cândido Reis, nº 30 (aos Clérigos) Porto)
sábado. 10 de Outubro. 23.30
5 €

Fnac Viseu (C.C. Palácio do Gelo, Quinta da Alagoa, Loja 118)
domingo. 11 de Outubro. 17.00
entrada livre


Os Ur MA surgiram no panorama rock-electrónico em 2008 com um EP homónimo, despertando desde logo a curiosidade das rádios com os temas 'Cheap Talk Suicide' e 'Run Macho Man' – estando este último inserido na compilação "Novos talentos FNAC 2009".
BlackBambi (voz / teclado), mwing H (bateria) e O Manipulador (baixo), produzem um som enérgico e cativante, marcado por uma tensão sombria e irónica, com uma postura pop-iconoclasta.

Preparam-se para gravar o primeiro álbum.




www.myspace.com/urmaurma
urmaurma@gmail.com

corvakistheplacetobe.blogspot.com

sexta-feira, outubro 09, 2009

The Gama GT Blues Project ao vivo amanhã no Aliados Bar (Porto)

Skewer hoje ao vivo no SIDE B LOUNGE CLUB - BENAVENTE

Jacinta com novo álbum "Songs of freedom"


JACINTA DE REGRESSO À BLUE NOTE

COM NOVO ÁLBUM

“SONGS OF FREEDOM-

HITS FROM THE 60s, 70s AND THE 80s”

EDIÇÃO A 26 DE OUTUBRO



"A Jacinta apresenta uma voz e um estilo muito próprios em "Songs of Freedom". Ela conseguiu imprimir um estilo pessoal e muito original a um conjunto diversificado de clássicos do pop e do jazz"



Bruce Lundvall, Presidente do Grupo Blue Note







Jacinta está de regresso à prestigiada editora Blue Note com um novo disco. “Songs of Freedom – hits from the 60s, 70s and the 80s”, a ser editado no próximo dia 26 de Outubro, é o título do novo trabalho discográfico de Jacinta, onde a podemos encontrar a interpretar grandes clássicos do pop e do jazz das décadas de 60, 70 e 80. Bob Marley, Nina Simone, Bee Gees, Beatles, Beach Boys, Stevie Wonder, são alguns dos artistas dos quais Jacinta interpreta temas neste disco.

Um disco que nasceu no palco. O projecto “Songs of Freedom” foi estreado no início deste ano no Jardim de Inverno do Teatro São Luiz. Nada mais, nada menos, do que 9 noites consecutivas com lotação esgotada!



Agora é a vez de saborearmos a versão estúdio das extraordinárias interpretações de Jacinta e dos músicos que a acompanham neste projecto. Sobre a gravação conta Jacinta: “Fomos para estúdio um único dia, no meu aniversário. Desejando passar a veracidade da música, e combater o excesso de produção a que toda a música é sujeita nos dias de hoje. Levámos connosco o João Paulo Nogueira, nosso técnico de estrada, e a Joana (Pereira), que, na captação directa do som, e da Regie, foram garantindo que o que era gravado era genuíno e não se afastava muito das actuações ao vivo.

Temos vários primeiros takes, como foram I Got You e Redemption Song. Este nunca tínhamos feito em grupo. Juntámos o comping mágico do piano com o sax e a voz uma única vez, ficando o registo da descoberta musical de cada intérprete.”



Produzido por Maria Joana Pereira e Jacinta, “Songs of Freedom – hits from the 60s, 70s and the 80s” marca o regresso da cantora à prestigiada etiqueta onde realizou a estreia discográfica com o aclamado e galardoado “A Tribute to Bessie Smith”, em 2003.





JACINTA – VOZ

PAULO GRAVATO – SAXOFONE

PEDRO COSTA - PIANO





ALINHAMENTO:



1 – Redemption Song, Letra e Música: Bob Marley

2 - I wish I knew how it would feel to be free, Letra: Billy Taylor & Dick Dallas / Música: Billy Taylor

3 – How Deep is your love, Letra e Música: Barry Gibb, Robin Gibb and Maurice Gibb

4 – Surfin’ USA, Letra: Brian Wilson/ Música: Chuck Berry

5 - And I Love Her, Letra e Música: John Lennon and Paul McCartney

6- I Got You (I Feel Good), Letra e Música: James Brown

7 -Georgia on My Mind, Letra: Stuart Gorrell / Música: Hoagy Carmichael
8 - My Baby Just Cares for me, Letra: Gus Kahn / Música: Walter Donaldson

9 – Don’t Worry Be Happy, Letra e Música: Bobby McFerrin

10 - Sir Duke, Letra e Música: Stevie Wonder

11 - Where The Streets have no name, Letra e Música: U2

12 - Redemption Song, Letra e Música: Bob Marley (ao vivo no São Luiz)









NOTAS SOBRE O PROJECTO “SONGS OF FREEDOM”



“A meados do ano passado a Joana chegou lá a casa um dia e disse-me que havia duas canções que ela adorava que eu cantasse: I Wish e Redemption Song. Cantou-me esta e mostrou-me a Nina (Simone) a cantar a outra e, com o meu ar de espanto, continuou que, não era para já, nem sabia como, mas um dia ela havia de me ouvir dar voz àquelas mensagens fortes. Não tardou muito a ter mais uma das suas grandes inspirações: “Vais oferecer e estrear um projecto novo no Jardim de Inverno do São Luiz: Música dos anos 60, 70 e 80.”

Em Agosto, depois de uma pesquisa de centenas de êxitos, delineámos uma lista com umas 20 canções que me tocavam fortemente de alguma maneira: pela forte estrutura harmónica, pela mensagem, pela interpretação do autor, pela beleza melódica, pelo groove cheio de balanço. Delineámos uma primeira abordagem e a meados de Outubro começamos (tb e’ passado, colocar acento?!) os ensaios. Pelas características brilhantes da sala, optámos por um formato instrumental sem bateria, excluindo assim o elemento mais marcante de toda esta música. Um longo caminho, bem desafiante, esperava-nos.

O projecto foi estreado com lotações esgotadas, levamos a cabo 9 noites em estilo de Café Concerto no Jardim de Inverno. Na primeira noite eu estava nervosa como já há anos não me encontrava. Os dois músicos escolhidos eram-me desconhecidos em palco e vinham de universos diferentes no jazz, desconhecendo eles também o meu tipo de audiência exigente. Expectativas superadas: encontrámo-nos em palco como se fôssemos velhos companheiros de actuações.

A EMI/Blue Note interessou-se pelo projecto, optámos por ir para estúdio, com novas abordagens às canções. Agora com linhas escritas por mim em 3 destas canções, com os grooves swingantes do Pedro, com o input do Gravato e, sobretudo, com a inspiração e força por parte da Joana, que me acompanhou desde a 1ª nota escrita à decisão de partes, dinâmicas, e de solos em cada ensaio.

Fomos para estúdio um único dia, no meu aniversário. Desejando passar a veracidade da música, e combater o excesso de produção a que toda a música é sujeita nos dias de hoje. Levámos connosco o João Paulo Nogueira, nosso técnico de estrada, e a Joana (Pereira), que, na captação directa do som, e da Regie, foram garantindo que o que era gravado era genuíno e não se afastava muito das actuações ao vivo.

Temos vários primeiros takes, como foram I Got You e Redemption Song. Este nunca tínhamos feito em grupo. Juntámos o comping mágico do piano com o sax e a voz uma única vez, ficando o registo da descoberta musical de cada intérprete.”



Jacinta





“Lançar desafios é, sem dúvida, um gosto pessoal e tem sido uma característica do Jardim de Inverno e do Teatro São Luiz, desde a sua reabertura.

Nestes sete anos, o palco tem estado aberto a actores, cantores, humoristas, compositores, aos novos e aos já consagrados. Muitos foram os que aceitaram o desafio: Pedro Abrunhosa, Bernardo Sassetti, Rui Veloso, Mário Laginha, Luís Represas, Jorge Palma, Sérgio Godinho, Camané, Cristina Branco entre muitos outros.

Jacinta não aceitou o desafio uma vez, mas sim duas. Primeiro, na temporada 2005-06, com Canta Brasil; depois, na temporada 2008-09, cantou Songs of Freedom (que aqui se faz disco). Ambos os projectos encheram a casa e ‘obrigaram’ a sessões extra.

A voz de Jacinta é extraordinária, é de uma imensa versatilidade, permitindo-lhe explorar géneros, temáticas, imaginários e criar novas leituras (oiçam-se as versões de Where the streets have no name dos U2 ou de My baby just cares for me, tema celebrizado por Nina Simone).

Ao segundo desafio e porque ‘não há duas sem três’, impõe-se perguntar: que trará Jacinta ao Jardim de Inverno da próxima vez?



Prof. Jorge Salavisa

Director do Teatro Municipal São Luiz





CRÉDITO FOTO - MARIA JOANA PEREIRA





Dep. Promoção/ EMI Music Portugal/ Outubro 2009

segunda-feira, outubro 05, 2009

DEFYING CONTROL AO VIVO NO CENTRO CULTURAL DO CARTAXO



DEFYING CONTROL AO VIVO NO CENTRO CULTURAL DO CARTAXO
SEXTA-FEIRA DIA 9 DE OUTUBRO | PRIMEIRA PARTE X-CONS (PORTO PUNK ROCK)
A banda de Punk Rock Defying Control actua pela primeira vez no Cartaxo, desde o lançamento do seu novo álbum Stories of Hope and Mayhem. O concerto terá lugar no novíssimo Centro Cultural do Cartaxo, e a entrada é de 3 euros. O Concerto terá início às 23:00 e a primeira parte estará a cargo de outra banda Punk Rock, os x-cons, também com um novo álbum, e vindos da cidade invicta.

NOVOS APOIOS
Além dos apoios que já tinham (Maudlin Merchandise, GF Guitars, Xica Skateboards), os Defying Control contam neste momento com o apoio das marcas: VOX Footwear, EZEKIEL, e 284ONE.

VÍDEO REPORTAGENS DOS CONCERTOS DA BANDA
Desde o lançamento do novo álbum, os Defying Control tem actualizado na página principal do seu myspace reportagens vídeo de TODOS os concertos da banda. Neste momento foi actualizado um novo vídeo da passagem por Portalegre, na primeira parte de Tara Perdida, e do concerto do Entroncamento com os Wild Ones. Podem passar pela página principal do www.myspace.com/defyingcontrol , na secção DEFYING CONTROL TV.

OUTROS CONCERTOS MARCADOS
Além do concerto no Centro Cultural do Cartaxo, os Defying Control já têm outras datas marcadas, e estão neste momento a marcar uma TOUR Europeia, depois da bem sucedida TOUR por Espanha e França, onde actuaram ao lado de nomes como os Streetlight Manifesto (USA) e os Minda the Gap (FR). Depois do concerto na Terra do Vinho, os Defying Control actuam em:
- 7 de Novembro - Arrifana (Zona do Cartaxo) com Pintarolas e outra banda a anunciar.
- 13 de Novembro - Odemira com Abandalhados.
- 14 de Novembro - Lagos com Abandalhados, Pee-Jama e outra banda a anunciar.
- 21 de Novembro - Mouriscas (Abrantes) com The Wild Ones.
- 27 de Novembro - Cascais.
Mais datas a anunciar em breve.




Uma breve Biografia:
Os Defying Control existem desde 2003, mas só em 2005 optaram pela mudança para o actual nome da banda, que é constituída por Killer (Voz e baixo), Francis (Guitarra), André Silva (Guitarra) e Pedro Simão (Bateria).

A banda conta com 2 álbuns e com mais de 100 concertos dados. O primeiro álbum sai em 2007 com o nome Reflection, e tem edição na França, Itália, Luxemburgo, Holanda, e Bélgica. Segue-se um ano cheio de concertos, por terras lusas para promover o trabalho.

Em 2009 a banda lança o segundo álbum- Stories of Hope and Mayhem. Com este álbum a projecção internacional ganha outros contornos: edição do álbum nos Estados Unidos, Europa, e Japão, e Tourné por Espanha e França.

Os Defying Control já partilharam o palco com bandas como os Tara Perdida, Primitive Reason, Linda Martini, Mata Ratos, Kussundolola, No Use for a Name (EUA), Ignite (EUA), Streetlight Manifesto (EUA), Useless ID (Israel), entre outros.

A banda que normalmente é aconselhada a fans de Tara Perdida, NOFX, ou Rise Against, prepara neste momento uma Tourné pela Europa e outra possível Tourné por Inglaterra.

Neste momento os Defying Control são apoiados pelas marcas: VOX Footwear / MAUDLIN CLOTHING / GF GUITARS / 284ONE / XICA SKATEBOARDS.



_______________________________________________________________________________________________________



LISTA DE CONTACTOS
MANAGEMENT E BOOKING:
964113910 | 917371755 ou defyingcontrolstaff@gmail.com

MERCH:
http://www.maudlinmerch.com/loja/apparel/defying-control.html

Morada Myspace:
http://www.myspace.com/defyingcontrol

Morada You Tube:
http://www.youtube.com/user/Defyingcontrol

sábado, outubro 03, 2009

Telerural »» Despedida de solteiro

Musicbox Lisboa »» Agenda

MUSICBOX LISBOA

PRESS



TERCEIRA EDIÇÃO DO JAMESON URBAN ROUTES NO MUSICBOX EM OUTUBRO



Jameson Urban Routes, o primeiro festival internacional indoor organizado por um clube, regressa em Outubro ao Musicbox Lisboa para a sua terceira edição.

Nos dias 22, 23 24, 30 e 31 de Outubro cruzam-se em Lisboa diferentes rotas das musicas urbanas. Nomes de referência apadrinham projectos emergentes, nacionais e internacionais, num cartaz onde se destacam as actuações de Mocky, Cibelle, Jazzanova, Markus Kienzl (Sofa Surfers), Tm Juke, Cacique 97, Bilan, Tiguana Bibles, OliveTreeDance, Tora Tora Big Band, Andreya Triana, Bezegol, Ori Shotnez (Balkan Beat Box) e Dj Ride & the Beat Bombers

À semelhança das edições anteriores, dia 22 a entrada será gratuita para todos os que queiram comparecer no Cais do Sodré para o primeiro dia do evento. O Bilhete diário para os restantes dias será de 10€ e inclui a oferta de 1 JAMESON.

CARTAZ COMPLETO

QUINTA 22
RMA Dj Set / 22h30 / Funk; Electrónica / Pt
DJ RIDE & THE BEAT BOMBERS Live Act / 23h30 / Electrónica / Pt
BEZEGOL Concerto / 00h30 / Reggae; Rap; Dub / Pt
MOTOWN JUNKIE Live Act / 02h / Electrónica / Pt
MR. MUTE Dj Set / 03h / Funk; Electrónica / Pt
X-ACTO Dj Set / 03h / Funk; Electrónica / Pt
RIDE Dj Set / 03h / Funk; Electrónica / Pt
VIDEOHOUSESTAR’S Vj Set / 03h / Pt


SEXTA, 23
ANDREYA TRIANA Concerto / 23h30 / Folk; Soul; Acústica / Uk
CIBELLE Concerto / 00h30 / Punk Tropical; Electrónica; Experimental / Br; Uk
TM JUKE Dj Set / 02h / Fusion / Uk
MR. BIRD Dj Set / 02h / Fusion / Uk
JPG FROM DALTONIC BROTHERS Vj Set / 02h / Pt


SÁBADO, 24
BILAN Concerto / 23h30 / Alternativa; Acústico; Africana / Cv
CACIQUE 97 Concerto / 00h30 / Afrobeat / Pt
JAZZANOVA Dj Set / 02h / Fusion / Pt
MIKE STELLAR Dj Set / 02h / Fusion / Pt
EDGAR ALBERTO Vj Set / 02h / Pt


SEXTA, 30
TIGUANA BIBLES Concerto / 23h30 / Rock; Blues / Pt
MOCKY Concerto / 00h30 / Jazz; Pop; Experimental / Can
MARKUS KIENZL (SOFA SURFERS) Dj Set / 02h / Electrónica; Dub / Aus
RUI MURKA Dj Set / 02h / Fusion / Pt
JPG FROM DALTONIC BROTHERS Vj Set / 02h / Pt


SÁBADO, 31
TORA TORA BIG BAND Concerto /00h / Jazz; Latino; Afrobeat / Pt
OLIVETREEDANCE Concerto / 01h30 / Acústico; Psicadélico; Trance / Pt
ORI SHOTNEZ (BALKAN BEAT BOX) Dj Set / 03h / Clube; Electrónica; Folclórica / Usa
TIAGO SANTO Dj Set / 03h / Fusion / Pt
BUDHA Vj Set / 03h / Pt


+ info e entrevistas:
Pedro Azevedo - pedro.azevedo@musicboxlisboa.com // 96 022 43 20

OIOAI com novo CD a 12 outubro





ÁLBUM – “PELA PRIMEIRA VEZ” – EDIÇÃO DIA 12 DE OUTUBRO





PARA OUVIR O NOVO SINGLE - “O PONTO FRACO” CLIQUE EM WWW.MYSPACE.COM/OIOAI

PARA VER O VIDEOCLIP CLIQUE EM

WWW.MYSPACE.COM/OIAOI OU http://www.youtube.com/watch?v=fE3afZNl1Fs





Os oioai editam o segundo álbum de originais no próximo dia 12 de Outubro. Produzido por Nuno Rafael, “Pela Primeira Vez” é o título do novo disco do grupo que sucede ao álbum homónimo editado em Janeiro de 2007. Este é um trabalho mais personalizado e cuidado da banda .



Nas palavras de Pedro Puppe, vocalista , autor e compositor da totalidade dos temas, exceptuando em “Tudo o Que Precisamos” e “Palavra Que Não Quero Ouvir “, onde assume a parceria na composição musical com Nuno Espirito Santo, diz:



“...É com muita satisfação que vejo este trabalho terminado para finalmente o poder partilhar convosco...”





“...É um trabalho pessoal, com momentos claros e escuros, em que as nossas emoções transpiram em cada acorde... “





Do novo álbum encontram-se já disponíveis o single de apresentação, “O Ponto Fraco” e o respectivo videoclip, realizado por Rui Aguiar, o qual, entre outros locais, pode ser visto na página do grupo no myspace – www.myspace.com/oioai.



A juntar aos álbuns de originais, destaque-se ainda a participação dos oioai com os Xutos & Pontapés no tema “Pertencer”, editado no ano passado na colectânea promovida pelo movimento “UPA – Unidos para Ajudar”.



ALINHAMENTO:



1- O PONTO FRACO (letra e musica : Pedro Puppe)

2- UMA POMBA (letra e musica : Pedro Puppe)

3- TUDO O QUE PRECISAMOS (Letra Pedro Puppe/ Musica Pedro Puppe-Nuno Espirito santo)

4- PROCURANDO ALICE (letra e musica : Pedro Puppe)

5- CRUZÁMOS OS DOIS (letra e musica : Pedro Puppe)

6- PELA PRIMEIRA VEZ (letra e musica : Pedro Puppe)

7- VEM EM SEGREDO (letra e musica : Pedro Puppe)

8- SOU EU QUE ESTOU AQUI (letra e musica : Pedro Puppe)

9- DESOBEDECER (letra e musica : Pedro Puppe)

10- PALAVRA QUE NÃO QUERO OUVIR (Letra Pedro Puppe/ Musica Pedro Puppe-Nuno Espirito santo)

11- SER MAGOADO (letra e musica : Pedro Puppe)







Dep. Promoção/ EMI Music Portugal/ Setembro 2009

Cassapo »» "Palpitação"

sexta-feira, outubro 02, 2009

Festival "Faro Alternativo"

Agenda da Casa da Musica no Porto

Carminho CCB



CARMINHO AO VIVO

GRANDE AUDITÓRIO DO CCB

09 DE DEZEMBRO



Carminho apresenta “Fado” ao vivo no Grande Auditório do Centro Cultural de Belém no próximo dia 09 de Dezembro. Este será o primeiro grande concerto de apresentação em Lisboa do aclamado disco de estreia da fadista.



Sobre este espectáculo, adianta Carminho: “Eis então a hora de partilhar o meu Fado, pela primeira vez em nome próprio numa sala muito especial para mim. A apresentação no Grande Auditório do CCB é para já um dos grandes desafios da minha curta carreira.”



Editado a 01 de Junho último, “Fado” foi aclamado pela crítica e pelo público o que lhe valeu a entrada directa para o nº2 do top nacional de vendas. Um resultado invulgar para um disco de estreia.



Composto por 14 fados, dos quais dois com letras de Carminho, “Fado” foi produzido por Diogo Clemente, o qual assume ainda os créditos da viola de Fado. A eles juntaram-se alguns dos melhores músicos de fado: Ricardo Rocha, José Manuel Neto, Bernardo Couto e Ângelo Freire, todos na guitarra-portuguesa, e o viola-baixo Marino de Freitas, para além da participação especial do contrabaixista Carlos Barretto no tema «Espelho Quebrado».





www.carminho.net





www.myspace.com/carminhofado







Dep. Promoção/ EMI Music Portugal/ Setembro 2009

Homenagem a Amália Rodrigues



Clicar na imagem para melhor visualização da magem e melhor leitura.